ENERGIANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICAS

A Dinamarca aumenta o consumo de biogás

A Dinamarca é considerada um dos maiores produtores de energia verde do mundo. O Estado é conhecido pelos investimentos em energia eólica, com a construção de usinas ao longo de sua costa. Todavia, o setor de biogás tem tido amplo crescimento no país escandinavo, que é um dos únicos a distribuí-lo pela rede convencional de gás natural.

O biogás é uma substância feita a partir do aquecimento em tanque de resíduos orgânicos e esterco de animais. O uso desta simples fonte energética já é o suficiente para ajudar na diminuição dos índices de gás carbônico (CO2) e contribui para propagação da sustentabilidade.

Usina de biogás

Em julho deste ano (2018), o seu consumo entre os dinamarqueses foi de 18,6% de todo o gás utilizado no país. O dado pode parecer pequeno, mas representa um salto equivalente a 50% de consumo em relação a 2017. Com esse ritmo, a Dinamarca tende a alcançar rapidamente a meta de inserção do biogás até 2030.

O Jornal Copenhaguen Post destacou as palavras do Chefe regional da Energinet*, Jeppe Danø, sobre o assunto: “O biogás é o começo da transição verde maciça no sistema de gás e todo o setor de energia que pusemos em movimento, e a quantidade de biogás aumentará nos próximos anos até 2030, quando outros tipos de gás entrarão. É importante, já que estamos enfrentando uma enorme transição em nosso sistema de energia: uma transição para encontrar um sistema que emite uma quantidade líquida de zero CO2 em 2050”.

Os analistas compreendem que a transição para o biogás como matriz energética é um passo fundamental para a independência em relação aos hidrocarbonetos, e veem a medida com ânimo, frente ao desafio de estimular modelos baratos de energia sustentável no mundo.

———————————————————————————————–

Nota:

* Energinet: é o operador nacional dos sistemas de transmissão de eletricidade e gás natural da Dinamarca.

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Mapa da Dinamarca” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/3/3d/Denmark_-_Location_Map_%282013%29_-_DNK_-_UNOCHA.svg/1024px-Denmark_-_Location_Map_%282013%29_-_DNK_-_UNOCHA.svg.png

Imagem 2 Usina de biogás” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/0/02/Biogas_plant_sketch.jpg

About author

Mestre em Sociologia Política (2018) e Bacharel em Relações Internacionais (2014) pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro – IUPERJ vinculado a Universidade Cândido Mendes. Atualmente incorpora o quadro do CEIRI Newspaper, onde atua na qualidade de colaborador voluntário na produção de notas analíticas e conjunturais na área de política internacional europeia com ênfase nos Estados Nórdico-Bálticos e Rússia.
Related posts
NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

OMS lança primeira versão de Relatório Mundial sobre Visão

AMÉRICA LATINAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Colômbia: primeira linha de metrô de Bogotá será construída por consórcio chinês

ÁFRICANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Mortos durante prece na Mesquita em Burkina Faso

EURÁSIANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Rússia assume papel de mediador no conflito da Síria

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá!
Powered by