fbpx

Conforme avaliação sobre a Educação na América Latina, feita pela UNESCO em 2013, e apresentada recentemente, o México, o Chile e a Costa Rica estão acima da média regional. Mais de 134.000 alunos de 15 países foram avaliados. Ficaram de fora do estudo somente alunos de Cuba, El Salvador, Bolívia e Venezuela[1][2]. Crianças do nível primário foram testadas em leitura, escrita, matemática e ciências naturais[1][2].

Outro país com bom resultado foi o Uruguai, com resultados acima da média em seis das sete provas[3]. Os alunos da Argentina e Peru conseguiram bom desempenho em quatro provas; Brasil e Colômbia somente em duas; e a Guatemala apenas em uma[1][4]. Já os estudantes da Republica Dominicana, Honduras e Paraguai obtiveram resultados abaixo da média em todas as sete provas[1].  

Observa-se que, mesmo com os bons resultados, a região ainda tem muito para melhorar. Jorge Sequiera, Diretor Executivo da UNESCO na América Latina, afirma que “a região alcançou avanços significativos, porém restam desafios importantes em matéria de qualidade e equidade[2].

O estudo também apontou quais os fatores que levam à melhora da qualidade educativa: nível socioeconômico das famílias; apoio dos pais e o fomento da leitura[1][4]. Já os estudantes com desempenho menor, apresentam muita ausência na escola, ou fazem parte de grupos indígenas[1].

O uso de computadores nas salas de aula também impactou nos resultados, pois, apesar de representarem certos desafios relacionados à frequência de uso, para muitas crianças carentes, sem livros e bibliotecas próximas, o computador se tornou o principal meio de acesso a informação[1].

————————————————————————————————

Imagem (Fonte):

http://www.minedu.gob.pe/n/noticia.php?id=33713

————————————————————————————————

Fontes Consultadas:

[1] Ver:

http://internacional.elpais.com/internacional/2015/07/31/actualidad/1438376247_686500.html

[2] Ver:

http://www.unesco.org/new/es/santiago/education/education-assessment-llece/third-regional-comparative-and-explanatory-study-terce/

[3] Ver:

http://diariouy.com/la-unesco-presenta-los-resultados-de-una-evaluacion-a-estudiantes-en-latinoamericana/

[4] Ver:

http://www.minedu.gob.pe/n/noticia.php?id=33713

About author

Mestre em Relações Internacionais- IHEID (Genebra, Suíça) e Mestre em Estudos Avançados de Organizações Internacionais- UZH (Zurique, Suíça). Bacharel em Relações Internacionais -Unilasalle (Canoas, RS), intercâmbio na UNICAH (Tegucigalpa, Honduras). Especialidades: direitos humanos, direito internacional humanitário, segurança e paz, democratização e América Central. Experiências profissionais: ONU (DPA- MSU), BID (segurança cidadã) e ONG Geneva Call – Suíça.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!