EUROPANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

A Estônia almeja vaga no Conselho de Segurança

O Estado estoniano está investindo pesado no sistema da Organização das Nações Unidas (ONU), pois pretende submeter sua candidatura a Membro Não Permanente do Conselho de Segurança da instituição. Diante dessa postura, Tallinn* reservou cerca de 800.000 euros** para apoiar as atividades da ONU e de outras organizações internacionais relacionadas ao desenvolvimento e ajuda humanitária.

Ministro de Relações Exteriores da Estônia, Sven Mikser

O jornal The Baltic Times apresenta uma relação de organismos e os valores que serão doados pela Estônia como contribuição. Dentre os principais se destacam: o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), com alocação de 150.000 euros; o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), com 75.000 euros; e o Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA), com a doação de 60.000 euros. Em programas com doações menores tem-se: a Equipe de Peritos da ONU sobre o Estado de Direito e Violência Sexual em Conflito, que receberá 50.000 euros; o Fundo Voluntário da ONU para Povos Indígenas (UNVFIP), para o qual irão 20.000 euros; e o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime que obterá a quantia de 5.000 euros**.

O empenho estoniano em auxiliar os programas da ONU é coerente com o discurso do Ministro de Relações Exteriores da Estônia, Sven Mikser, o qual defendeu que os países devem ter voz ativa nas temáticas importantes da instituição.

No tangente a essa pauta, o jornal The Baltic Times trouxe a afirmação do Ministro:  A Estônia acredita que todos os países, independentemente de sua localização geográfica e tamanho, devem ter voz ativa em temas importantes da ONU. Queremos tornar o mundo um lugar mais seguro e tornar-se membro não permanente do Conselho de Segurança da ONU é o nosso próximo objetivo”.

Os analistas atentam para a movimentação do país sobre as atividades da ONU e compreendem que não é coincidência a relação entre as contribuições financeiras e o propósito de concorrer a uma cadeira no Conselho de Segurança. Observa-se que o Estado estoniano está realizando o esperado para um ator que almeja ter maior posição no cenário internacional, visto que sem atuação na direção que vem seguindo não existe perspectiva de ganho de votos.

———————————————————————————————–

Nota:

* Tallinn: capital da Estônia utilizada no contexto para representar o Estado.

** A cotação do Euro em relação ao Real Brasileiro, em 18 de outubro de 2018, é:

1 EUR (Euro) = 4,23943 BRL (Real Brasileiro).

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Conselho de Segurança da ONU” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/a4/United_Nations_Security_Council_4-3-crop.jpeg

Imagem 2 Ministro de Relações Exteriores da Estônia, Sven Mikser” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/2/20/SDE_Sven_Mikser.jpg/519px-SDE_Sven_Mikser.jpg

                                                                                             

About author

Mestre em Sociologia Política (2018) e Bacharel em Relações Internacionais (2014) pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro – IUPERJ vinculado a Universidade Cândido Mendes. Atualmente incorpora o quadro do CEIRI Newspaper, onde atua na qualidade de colaborador voluntário na produção de notas analíticas e conjunturais na área de política internacional europeia com ênfase nos Estados Nórdico-Bálticos e Rússia.
Related posts
ÁfricaCOOPERAÇÃO INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Combate ao coronavírus: Quarentena proibida no Malawi

COOPERAÇÃO INTERNACIONALMEIO AMBIENTENOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICAS

Acordo de Escazú completa 2 anos e persistem os desafios à sustentabilidade

AMÉRICA DO NORTENOTAS ANALÍTICASORIENTE MÉDIOPOLÍTICA INTERNACIONAL

Tensão entre EUA e Irã se intensifica

ÁSIANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Crescem as especulações sobre mudanças na liderança em Pyongyang

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!
Powered by