ESPORTENOTAS ANALÍTICAS

A questão da manifestação do jogador croata Vida, sobre a Ucrânia, comemorando a vitória contra a Rússia

Defensor da seleção da Croácia, Domagoj Vida, destacou-se na Copa do Mundo 2018 não apenas pelas suas apresentações – como o gol de empate na prorrogação contra a Rússia, nas quartas de final, e a conversão do seu pênalti batido após o tempo regulamentar –, mas também pelo seu polêmico vídeo vazado na internet.

Atuação de Domagoj Vida pelo Dínamo de Kiev

Após a classificação para a semifinal, Vida gravou um vídeo em comemoração e dedicou a vitória ao povo da Ucrânia, país em que jogou de 2013 a 2018, defendendo a equipe do Dínamo de Kiev. A frase “Glória à Ucrânia”, dita na gravação pelo jogador e um membro da delegação croata, é tida como um slogan da frente nacionalista ucraniana contra o movimento pró-Rússia que controla o leste do país.

As relações diplomáticas entre Ucrânia e Rússia estão estremecidas desde a década de 1940, quando a anfitriã do mundial de futebol deste ano (2018) foi acusada de influenciar separatistas na região da Crimeia e interferir na política interna ucraniana. No entanto, foi em 2014 que a crise se agravou, após a anexação definitiva deste território, apesar do não reconhecimento de diversos membros da comunidade internacional.

Comemoração de jogadores croatas após classificação

A Federação Internacional de Futebol (FIFA) anunciou que a manifestação de Vida infringe o artigo 57 do Código Disciplinar, por ser enquadrado como comportamento antidesportivo, e aplicou uma multa de 15 mil francos suíços (aproximadamente R$ 58.400,00) ao auxiliar técnico, Ognjen Vukojevic (que fora posteriormente expulso da delegação), bem como emitiu uma advertência à Federação Croata de Futebol, que se desculpou publicamente, assim como o próprio jogador. Segundo a FIFA, a sanção poderia ter sido estendida ao atleta, passível de suspensão de jogos, caso o pedido público de desculpas não fosse veiculado antecipadamente.

A repercussão dentre os espectadores locais foi muito negativa. Durante a partida semifinal contra a Inglaterra, no dia 11 de julho de 2018, o atual zagueiro croata do Beşiktaş, clube da Turquia, foi vaiado pelos torcedores russos cada vez que participava de alguma jogada, como forma de protesto político – por conta do vídeo – e da adversidade esportiva – por ser um dos responsáveis pela eliminação do time russo da competição.

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Vida celebra gol contra a Argentina em jogo da Copa do Mundo 2018” (Fonte):

https://img.fifa.com/image/upload/t_l3/uctocxs6k0gouognzxbb.jpg

Imagem 2 “Atuação de Domagoj Vida pelo Dínamo de Kiev (UEFA Europa League, 2014)” (Fonte):

https://img.fifa.com/mm/photo/world-match-centre/clubfootball/02/46/11/32/2461132_big-lnd.jpg

Imagem 3 “Comemoração de jogadores croatas após classificação” (Fonte):

https://img.fifa.com/image/upload/t_p3/jcdu6rzpkjxddocvlnx5.jpg

                                                                                             

About author

Pós-graduado em Gestão de Negócios Internacionais pela Business School São Paulo (BSP), Bacharel em Relações Internacionais no Centro Universitário Fundação Santo André - Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas. Bolsista pelo CNPq em 2009 com o projeto de iniciação científica "A Soberania Nacional em face dos Tratados Bilaterais: A Questão do Tratado de Itaipu". Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Atitude e Ideologias Políticas, atuando principalmente nos seguintes temas: integração, direito, democracia, segurança e negociação internacional. Em sua carreira, conquistou o cargo de Gerente de Negócios Internacionais. Está em contato com o comércio exterior, aprofundando seu conhecimento e focando suas habilidades para os procedimentos de importação. Já participou de diversas feiras internacionais, representando sua empresa, tendo a função de estreitar o relacionamento com fornecedores, investidores e clientes estrangeiros, além de trabalhar a marca da empresa e conquistar distribuições em diferentes continentes.
Related posts
ÁFRICANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Violência na República Centro Africana leva a novos deslocamentos da população

EUROPANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Partido governante da Rússia perde espaço no Parlamento de Moscou

AMÉRICA DO NORTEÁSIANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Fuzileiros navais americanos relembram Pequim das capacidades militares de Washington

AMÉRICA LATINAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

CEPAL lança livro sobre caminhos para o desenvolvimento brasileiro

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá!
Powered by