fbpx
EUROPANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Alemanha é acusada de chantagear e ameaçar alguns Estados Membros da “União Europeia”

Alguns diplomatas de “Estados Membros da União Europeia” acusam a Alemanha de pressionar e utilizar de ameaças, intimidação e chantagem para adiar a discussão do pacote legislativo chamado de “Green Cars” (literalmente “carros verdes” ou em uma tradução livre, “carros ambientalmente corretos”). Esse pacote legislativo foi discutido durante a reunião do “Conselho de Ministros” em Bruxelas, presidido pela Irlanda, no último dia 27 de junho e de fato acabou consequentemente adiado.

Tal pacote propõe limitar as emissões de gás carbônico (CO2) pelos automóveis em 95 gramas por quilometro rodado (g/km)[1]. Com tal decisão a Alemanha ganha mais tempo para analisar o pacote e as suas possíveis consequências para a forte e influente indústria automobilística alemã. Este será discutido apenas durante a presidência da Lituânia no Conselho, iniciada no último dia 1o de julho.

O que mais impressionou no entanto foram as recentes acusações feitas por diversas fontes, dentre elas vários diplomatas europeus, ao portal de notícias EurActiv. Rumores incluem uma ligação telefônica da “Chanceler da Alemanha”, Angela Merkel, ao Taoiseach da Irlanda (cargo equivalente ao de primeiro-ministro), Enda Kenny, na noite anterior ao encontro do dia 27 de junho, quando Merkel teria dado a entender que a Alemanha bloquearia futuros resgates a Irlanda, caso a discussão do pacote legislativo não fosse adiada[2].

Foi noticiado que outros países também sofreram pressões, como a Hungria, que teria sido ameaçada de ver as fábricas de carros alemães no seu país serem fechadas[1].  Ou como no caso dos “Países Baixos”, onde está previsto um investimento da fábrica de automóveis MINI da BMW, que seria levado para outro país, caso este não concordasse com a posição alemã[1].

No mundo das negociações em Bruxelas é comum que umEstado Membropeça o apoio de outros para poder aprovar ou impedir alguma legislação em troca de apoio em outras situações. No entanto, tal forma de atuação, como foi a da Alemanha, não é bem vista, pois não existe uma troca de favores e sim uma exigência para que o outro lado da negociação aja de acordo com o as vontades do primeiro.

————————

Imagem A Chanceler da Alemã Angela Merkel” (Fonte):

http://4.bp.blogspot.com/-dD-WxjIX_zU/TnIv6EKw3uI/AAAAAAAAD-Y/SnTWjuDHAMo/s1600/angela-merkel.jpg

————————

Fontes Consultadas:

[1] Ver:

http://www.euractiv.com/transport/diplomat-germany-dictated-delay-news-528947

[2] Ver:

http://www.euractiv.com/transport/germany-went-rogue-freeze-green-news-529481

About author

Mestre em Estudos Europeus pela Universidade Católica de Louvain e Bacharel em Relações Internacionais pela Universidade da Amazônia - UNAMA. Estagiou durante um ano na Secretaria de Estado de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia onde atuou na área de promoção do Comércio Exterior do Estado do Pará e, ao mesmo tempo, trabalhou como voluntario no GADE, grupo interessado em promover o voluntariado no Estado do Pará. Sempre interessado por integração europeia, realizou pesquisas envolvendo temáticas sobre a Política Agrícola Comum Europeia e sua relação com o livre-comércio e também sobre a evolução do Mercado Único e do setor de serviços da União Europeia. Morou seis meses em Varsóvia onde foi estudante Erasmus na Warsaw School of Economics.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!