fbpx
ÁFRICANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Ameaças de ataques terroristas no Iêmen

No último domingo (4 de agosto), os “Estados Unidos fecharam 22 embaixadas e consulados no “Oriente Médio e no Norte da África”. Isto se deveu à interceptação de conversas entre Ayman al-Zawahiri (líder da al-Qaeda) e Nasser al-Wuhayshi (chefe da afiliada iemenita da al-Qaeda), nas quais Zawahiri ordenava Wuhayshi a realizar um ataque[1][2].

Ainda, uma fonte iemenita afirmou que dúzias de membros da al-Qaeda chegaram à capital do país nos últimos dias e o governo do Iêmen liberou, na segunda-feira, uma lista dos 25 terroristas mais procurados, dos quais se suspeita estarem planejando um ataque para o fim do Ramadã, visando escritórios e organizações estrangeiras, bem como instalações do governo[1].

Além disso, uma segunda ameaça, contra a infra-estrutura de transporte, possivelmente um avião comercial ou cargueiro, levou o governo estadunidense a emitir um alerta global de viagem a vigorar do dia 2 ao dia 31 deste mês[3].

Como observam analistas internacionais[3], a ameaça a embaixadas, assim como a aviões de grande porte e viajantes, é uma característica comum do terrorismo moderno. Os ataques a embaixadas normalmente envolvem o uso de um carro bomba, um assalto armado, ou ambos, como ocorrido no ataque de 2008 à embaixada americana em Sanaa, capital iemenita.

Ao mesmo tempo, apesar dos fracassos anteriores em ataques terroristas a aviões na Península Arábica, especialistas acreditam que Ibrahim al-Asiri, responsável pela confecção de bombas na al-Qaeda, tenha sido capaz de resolver os problemas presentes nas bombas usadas anteriormente nesses ataques[3].

Seguindo essas preocupações, os Estados Unidos, e também o Reino Unido, decidiram pedir que seus cidadãos e funcionários deixassem o Iêmen. Os Estados Unidos evacuaram 75 funcionários de sua embaixada e, segundo o Pentágono, cidadãos americanos deixaram o país em aeronave militar ontem, terça-feira, dia 6[3][4].

Mais cedo, também nesta terça-feira, pouco antes do anúncio do Governo norte-americano de suas novas medidas de segurança, quatro suspeitos membros da al-Qaeda foram mortos em um ataque atribuído por líderes tribais a um drone estadunidense na área central do Iêmen[4]. Uma fonte tribal da rede de notícias al-Jazeera identificou dois dos mortos como Saleh al-Tays al-Waeli e Saleh Ali Guti. Waeli integra a lista dos 25 suspeitos procurados por tramarem um grande ataque terrorista antes do fim do Ramadã[4].

———————————–

ImagemSoldados iemenitas revistam carro em checkpoint em rua que leva à embaixada os EUA, em Sanaa, 4 de agosto” (Fonte):

http://www.stratfor.com/analysis/embassy-closures-us-errs-side-caution

———————————–

Fontes consultadas:

[1] Ver:

http://www.nytimes.com/2013/08/06/world/middleeast/qaeda-chiefs-order-to-yemen-affiliate-said-to-prompt-alert.html?pagewanted=2&_r=1&ref=middleeast&

[2] Ver:

http://www.bbc.co.uk/news/world-middle-east-23585923

[3] Ver:

http://www.stratfor.com/analysis/embassy-closures-us-errs-side-caution?utm_source=freelist-f&utm_medium=email&utm_campaign=20130806&utm_term=FreeReport&utm_content=readmore&elq=3425df47e00e4bdc8ea22017d4592b2c

[4] Ver:

http://aje.me/187b8ha

About author

Mestre em Segurança Internacional pela Paris School of International Affairs, Sciences Po, com especialidade em direitos humanos e Oriente Médio. Especialista em Ajuda Humanitária e ao Desenvolvimento pela PUC-Rio. Bacharel e licenciado em História pela UFF. Atualmente, atua como pesquisador da ONG palestina BADIL Resource Center, e possui experiência de campo na Cisjordânia. Escreve para o CEIRI Newspaper sobre crises humanitárias, violações de direitos humanos e fluxos migratórios e de refugiados.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!