fbpx
NOTAS ANALÍTICAS

BID, “Agência Francesa” e quatro empresas internacionais de energias realizarão conjuntamente interconexão energética dos países do “Arco Norte”

A “Agência Francesa de Desenvolvimento” (AFD), o “Banco Interamericano de Desenvolvimento”(BID) e quatro empresas internacionais de energia (EBS, GEA, EDF e Eletrobras) realizarão[1] conjuntamente uma interconexão elétrica entre Suriname, Guiana, “Guiana Francesa” e os estados do Amapá (capital, Macapá) e Roraima (capital, “Boa Vista”), do norte do Brasil.

Neste empreendimento denominado “Projeto Arco Norte” serão realizados  pré-estudos de viabilidade para identificar e avaliar a demanda e as opções de fornecimento de eletricidade. Os estudos também avaliarão as implicações políticas, institucionais, regulatórias, técnicas, econômicas, ambientais e sociais de uma eventual interconexão elétrica dos países do “Arco Norte”.

Os parceiros, BID, AFD, “Energiebedrijven Suriname” (EBS), “Guyana Energy Agency” (GEA), “Électricité de France” (EDF) e “Centrais Elétricas Brasileiras S.A.” (Eletrobras) obterão as recomendações dos estudos sobre as melhores alternativas para satisfazer as necessidades de eletricidade da região, assim como um plano detalhando as áreas de ação críticas para o desenvolvimento do projeto no curto, médio e longo prazos.

De acordo com informações do BID, este Projeto contribuirá para a integração sustentável dos países do Arco Norte”, e fornecerá a base para um maior crescimento econômico e bem-estar social da região.

O “Projeto Arco Norte” faz parte da “Iniciativa de Energia Sustentável para Todos na América Latina e no Caribe[2] (LAC SE4ALL, sigla em inglês) do BID, que é coordenada com a iniciativa global da “Organização das Nações Unidas” (ONU) para acabar com a pobreza energética na “América Latina” e no Caribe, através do acesso universal à energia moderna, ampliando a geração de energia renovável e implementando medidas de eficiência energética.

—————————————————-

Fontes Consultadas

[1]Ver:

http://www.iadb.org/pt/noticias/comunicados-de-imprensa/2013-03-15/projeto-arco-norte,10385.html

[2] Ver:

http://www.iadb.org/es/temas/energia/lac-se4all,6854.html

 

About author

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!