NOTAS ANALÍTICAS

Bolívia formaliza pedido ao Chile para negociar saída soberana para o Mar

Marinheiros bolivianosO governo boliviano solicitou na semana passada, por meio da “Corte Internacional de Justiça” (CIJ), que o Chile participe de uma negociação que conceda aos bolivianos uma saída soberana para o mar[1]. O pedido faz parte de um projeto de “política do estado” para recuperar a saída boliviana para o “Oceano Pacífico”, perdida para o Chile no século XIX[2].

O presidente Evo Morales havia anunciado a intenção durante o “Dia do Mar”, quando bolivianos reúnem-se para questionar a perda territorial litorânea[2]. O apelo à CIJ foi justificado por Evo Morales com base nos fracassos de diálogos diretos entre os governos boliviano e chileno[1]. Autoridades chilenas adiantaram, no entanto, que o Chile negará qualquer negociação nesse sentido[3].

A Bolívia perdeu a saída para o mar após a Guerra do Pacífico (1879-1883), quando recebeu auxílio do Peru para combater o Chile. O conflito ocorreu devido à região de Antofagasta, cuja posse era indefinida, mas que passou a ser disputada pelo Chile e pela Bolívia devido às riquezas químicas e minerais. Com a vitória chilena, o Peru teve de conceder parte de seu litoral, e a Bolívia perdeu sua saída marítima.

Durante a década de 1970, diversas negociações ocorreram entre Chile e Bolívia sobre o assunto. Devido ao fracasso, os países romperam relações diplomáticas, não as reatando até os presentes dias. Em 2012, o Governo chileno recusou um pedido boliviano de negociação, feito por meio da “Organização dos Estados Americanos[4]. A Constituição boliviana de 2009 afirma que a Bolívia jamais renunciará a essa busca, que ocorrerá por meios pacíficos[5].

————————-

ImagemMarinheiros bolivianos. A Bolívia mantém esforços simbólicos e institucionais na busca pela saída para o mar” (Fonte):

http://www.infodefensa.com/?noticia=la-armada-boliviana-adquirira-en-espana-un-buque-escuela-para-navegacion-maritima

————————-

Fontes consultadas:

[1] Ver:

http://lta.reuters.com/article/domesticNews/idLTASIE93N03L20130424

[2] Ver: 

https://ceiri.news/index.php?option=com_content&view=article&id=3606:evo-morales-prepara-politica-de-estado-para-reivindicar-mar-territorial-boliviano-na-corte-de-haia&catid=94:notas-analiticas&Itemid=656

[3] Ver:

http://www.bbc.co.uk/mundo/noticias/2013/04/130424_bolivia_chile_mar_demanda_corte_internacional_justicia_la_haya_nc.shtml

[4] Ver: 

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1100897-bolivia-pede-renegociacao-de-saida-ao-mar-com-chile-na-oea.shtml

[5] Ver: 

http://pdba.georgetown.edu/constitutions/bolivia/bolivia09.html

About author

Bacharel em Comunicação Social, especialista e mestre em Relações Internacionais. Estagiou na Missão Diplomática Permanente do Brasil nas Nações Unidas (DELBRASONU - Nova Iorque, EUA). Desenvolve linha de pesquisa e carreira docente em Análise de Discurso sobre nacionalismo, desenvolvimento e segurança, com ênfase na América Latina. É escritor, articulista, cronista, conselheiro de cultura e membro de academias e de associações culturais.
Related posts
MEIO AMBIENTENOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICAS

Egito, Etiópia e Sudão: desavenças pela maior hidrelétrica da África

DEFESANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONALPOLÍTICAS PÚBLICAS

Índia procura fortalecer defesas aéreas para se equiparar à China, em meio a tensões na fronteira

Direito InternacionalNOTAS ANALÍTICAS

Crise oriunda da COVID-19 poderá lançar até 326 mil crianças ao trabalho infantil

MEIO AMBIENTENOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICAS

ONU celebra o Dia Mundial do Meio Ambiente em meio à Pandemia

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!
Powered by