EUROPANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

BREAKING NEWS – Parlamento da Catalunha declara independência

Hoje, dia 27 de outubro de 2017, às 12h no horário de Brasília, o Parlamento da Região Autônoma da Catalunha, após intensa sessão e uma votação seguida por milhares de pessoas reunidas na Praça de Sant Jaume, declarou a Independência da Catalunha.

Simultaneamente, o Senado Espanhol discutia as medidas do Artigo 155 que confere ao poder central a capacidade de destituir ao Governo autônomo. Diante da declaração de independência, o Senado aprovou a ativação do Artigo 155 e o Governo central convocou um Conselho Extraordinário de Ministros esta tarde para aplicar de forma imediata o Artigo e restabelecer a ordem constitucional espanhola.

A declaração unilateral de independência dá início ao episódio mais tenso da história da democracia e coloca o país no centro das preocupações da União Europeia. De momento, o Governo espanhol está agindo com maior cautela e dentro do estipulado pela Constituição da Espanha, já o Governo da Catalunha sabe que precisa se articular rapidamente na busca de reconhecimento internacional e consolidação de sua soberania recém declarada.

O Governo central de Madrid pode fazer uso da força para tentar recuperar o controle da região, embora a euforia da população local possa ser um fator que dificulte medida dessa natureza ou que gere manifestações por todo o país. O diálogo apontado pela União Europeia como a única forma de resolver o problema parece ser uma solução cada vez mais difícil.

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Manifestantes catalães dando adeus à Espanha” (Fonte):

http://dukepoliticalreview.org/wp-content/uploads/2015/10/article-photo.jpg

About author

Pesquisador de Paradiplomacia do IGADI - Instituto Galego de Análise e Documentação Internacional e do OGALUS - Observatório Galego da Lusofonia. Atuou como consultor internacional na área de Paradiplomacia para o Escritório Exterior de Comércio e Investimentos do Governo da Catalunha (ACCIÓ). Formado em Negociações e Marketing Internacional pelo Centro de Promoção Econômica de Barcelona, Bacharel em Administração pela Universidade Católica de Brasília, especialista pós-graduado em Ciências Políticas e Relações Internacionais pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo – FESPSP, MBA em Novas Parcerias Globais pelo Instituto Latino-americano para o Desenvolvimento da Educação, Ciência e Cultura e Mestrando em Políticas Sociais com especialidade em Migrações na Universidad de La Coruña (España), Mestrado em Gestão e Desenvolvimento de Cidades Inteligentes (Smartcities) da Universitat Carlemany do Principado de Andorra e doutorando em Sociologia e Mudanças da Sociedade Global. Fundador do thinktank CERES – Centro de Estudos das Relações Internacionais. Membro da Associação Internacional IAPSS para Estudantes de Ciências Políticas, do Smartcity Council, da aliança Eurolatina para Cooperação de Cidades, ECPR Consório Europeo de Pesquisa Política e da rede Bee Smartcities. Especialista em paradiplomacia, acordos de cooperação e transferência acadêmica e tecnológica, smartcities e desenvolvimento econômico e social. Morou na Espanha, Itália, França e Suíça e atualmente reside na região da Galícia (Espanha).
Related posts
Direito InternacionalNOTAS ANALÍTICAS

Reunião de Alto Nível sobre os direitos da mulher é realizada durante a Assembleia Geral da ONU

AMÉRICA LATINANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Evo Morales e Rafael Correa fora das eleições na Bolívia e no Equador

NOTAS ANALÍTICASORIENTE MÉDIOPOLÍTICA INTERNACIONAL

Repressão à greve de professores aumenta preocupação com repressão na Jordânia

ÁSIACOOPERAÇÃO INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

China promete fornecer mais tropas para as operações de paz das Nações Unidas

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!