fbpx
NOTAS ANALÍTICAS

BRICS aprovam criação de “Banco de Desenvolvimento” e de “FMI do BRICS”

BRICS 2013Os representantes do “Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul” (BRICS) confirmaram ontem, quarta-feira, dia 27 de março, no último dia da “V Cúpula do BRICS”,  a criação do seu “Banco de Desenvolvimento” e do “Fundo de Reservas” para seus países.

O encontro começou com a expectativa de criação do novo Banco para financiamento de projetos de infraestrutura e de desenvolvimento sustentável, para o qual cada país deverá contribuir com 10 bilhões de dólares, contabilizando 50 bilhões para a capitalização inicial. Segundo informado, ele deverá funcionar com os padrões do “Banco Mundial[1].

O próprio “Banco Mundial” comemorou a aprovação da instituição, expressando em comunicado seu interesse em “trabalhar estreitamente com esta nova entidade para acabar com a pobreza[2], complementando que “Colocar em funcionamento um banco de desenvolvimento é uma empresa de grande envergadura. Esperamos ter os detalhes sobre os meios de financiamento deste novo banco, seu sistema de governança e sua localização[2].

Já o chamado “FMI dos BRICS” foi concebido para auxiliar em crises de liquidez*, atuando como alternativa ao “Fundo Monetário Internacional” (FMI). Para o fundo, intitulado “Arranjo de Reservas Contingenciais”, a China entrará com 41 bilhões de dólares, Brasil, Índia e Rússia com 18 bilhões cada e a “África do Sul” com 5 bilhões, totalizando 100 bilhões de dólares[3]. No entanto, no Brasil, por exemplo, o mecanismo precisa ainda de aprovação dos “Congresso Nacional”, enquanto que o Banco espera maiores negociações técnicas e articulação política para sua efetivação.

Atualmente, os países do BRICS respondem por aproximadamente 21% do “Produto Interno Bruto” (PIB) mundial em valores nominais, 42% da população mundial e 45% da força de trabalho global[4].

———————————–

* Como foi explicado em Análise de Conjuntura postada no CEIRI NEWSPAPER, de autoria de Fabrício Bomjardim.

Ver: https://ceiri.news/index.php?option=com_content&view=article&id=3609:brasil-e-china-podem-estar-assumindo-a-lideranca-no-brics&catid=33:analises-de-conjuntura&Itemid=644

———————————–

Fontes consultadas:

[1] Ver:

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/28043/brics+anunciam+criacao+de+banco+de+desenvolvimento+proprio+.shtml

[2] Ver:

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1253064-banco-mundial-quer-atuar-estreitamente-com-novo-banco-do-brics.shtml

[3] Ver:

http://www.portugues.rfi.fr/geral/20130327-brics-um-fundo-virtual-e-mais-nada

[4] Ver:

http://www.itamaraty.gov.br/sala-de-imprensa/notas-a-imprensa/v-cupula-do-brics-durban-27-de-marco-de-2013

———————————–

Ver:

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1252932-lideres-politicos-apresentam-fmi-dos-brics.shtml

About author

Graduada em Relações Internacionais pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP) – campus Franca. Com atuação focada na área de Marketing Internacional, foi membro do Grupo de Estudos de Marketing Internacional (MKI), atuando também com a questão da inserção internacional de produtos agropecuários, além do mercado de luxo. No CEIRI NEWSPAPER escreve sobre temas relacionados ao Comércio e Economia Internacional.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!