ANÁLISES DE CONJUNTURA

BOLÍVIA EM PROCESSO ELEITORAL: MORALES CAMINHA PARA A REELEIÇÃO E TOTAL CONTROLE DO PAÍS

A campanha eleitoral boliviana iniciou, oficialmente, na segunda-feira, dia 5 de outubro. O atual presidente caminha para conseguir a reeleição presidencial nas eleições gerais que ocorrerão em 6 de dezembro e ampliar o seu poder político na Bolívia.

As estratégias adotadas por Evo Morales confirmam uma elaboração significativa, em termos de planejamento e marketing político. Ele está trabalhando no relacionamento, nas alianças, no controle de regiões e, quando entrar dinamicamente no ar a plataforma de governo do presidente, ele investirá numa publicidade que dificilmente será batida ao longo da campanha.

ANÁLISES DE CONJUNTURA

DEPUTADOS BRASILEIROS EM VISITA À HONDURAS AFIRMAM QUE SITUAÇÃO É CONTORNÁVEL E HÁ NORMALIDADE NO PAÍS

Após o encerramento da visita da missão brasileira composta por seis deputados brasileiros*, os anúncios são de que a situação hondurenha é contornável, pois, de acordo com as declarações dos membros da missão, a situação do país é diferente do anunciado pela mídia internacional.

O grupo de deputados foi recebido por todas as partes envolvidas no problema: a Suprema Corte; o Congresso hondurenho; o atual presidente, Roberto Micheletti e pelo ex-presidente, Manuel Zelaya.

ANÁLISES DE CONJUNTURA

HONDURAS E O DISCURSO DE LULA NA ONU

O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, foi aplaudido, quando, discursando, “exigiu” que Manuel Zelaya, presidente afastado de Honduras, reocupasse o seu cargo no governo.

A situação que se criou está indo ao encontro dos reais interesses da política externa brasileira, que elegeu como meta dar ao Brasil projeção mundial, tornando-o um player global. Para tanto, um dos instrumentos essenciais será a sua introdução como membro permanente no Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas).

ANÁLISES DE CONJUNTURA

ESPECIAL PROJETO FX-2 – SARKOZY ENTENDEU O ESTILO LULA

As parcerias entre França e Brasil se estendem ao longo da história e não surpreende que ambos os países tenham firmado acordo bilionário para aquisição de equipamentos militares.

A título de exemplo, podem ser citadas duas parcerias que ocorreram no início do século XX, uma também de caráter militar e outra de caráter cultural-educacional. A primeira foi a Missão Francesa de instrução e organização do Exército Brasileiro, que começou em 1919 e trouxe em seu bojo um modelo de organização militar que foi implantado e renovou, por determinado período, a concepção sobre uma força de terra no Brasil.

ANÁLISES DE CONJUNTURA

DIA 7 DE SETEMBRO PODE SER DATA PARA O ANÚNCIO DO VITORIOSO NA CONCORRÊNCIA DO PROJETO FX-2

A presença do presidente francês, Nicolas Sarkozy, como convidado de honra nas comemorações do dia “7 de Setembro” (Dia da Independência do Brasil), traz a sensação de que o vitorioso do Projeto Fx-2 (Projeto para a aquisição de 36 caças para a Força Aérea Brasileira) será a aeronave francesa Rafale.