AMÉRICA LATINANOTAS ANALÍTICASORIENTE MÉDIOPOLÍTICA INTERNACIONAL

Argentina e Irán reanudan diálogo político por atentado de la AMIA

Argentina aceptó la invitación del Gobierno de Mahmud Ahmadineyad para reanudar el diálogo político, tras seis años de tensión que enfrentan ambos países, a causa del ataque terrorista de 1994 en contra de la Asociación Mutual Israelita Argentina (AMIA) en Buenos Aires, y que cobró la vida de 85 personas.

En la última Asamblea General de Naciones Unidas, Irán había propuesto el diálogo bilateral para “alcanzar la verdad”*, ante lo que la presidenta Cristina Fernández de Kirchner aclaró que cualquier acuerdo que se alcance entre ambos países será sometido a la votación del Congreso argentino.

AMÉRICA LATINANOTAS ANALÍTICASORIENTE MÉDIOPOLÍTICA INTERNACIONAL

“Cúpula América do Sul - Países Árabes (ASPA)” apóia reivindicação da Argentina sobre “Ilhas Malvinas” e causa do Estado Palestino

 A presidente Dilma Rousseff na abertura da  3ª Cúpula de Chefes de Estado e de Governo América do Sul–Países Árabes (Aspa) (Roberto Stuckert Filho/Presidência da República) No passado 3 de Outubro, a “III Cúpula de Chefes de Estado e de Governo América do Sul – Países Árabes (ASPA)” emitiu a “Declaração de Lima*, na qual manifestou apoio à Argentina em sua reivindicação pela soberania das “Ilhas Malvinas” e rechaçou a exploração unilateral de recursos de hidrocarboneto realizada pela Grã-Bretanha.

Alem disto, a Declaração respaldou o direito do povo palestino e de todas as nações da região à independência e a viver em paz e segurança, dentro de fronteiras reconhecidas e respeitadas, segundo as palavras do presidente do Peru, Ollanta Humala, anfitrião da Cúpula. Ele declarou: “Nesse sentido, ratificamos nossa adesão às resoluções das Nações Unidas sobre o particular, e chamamos as partes em conflito a retomarem as negociações de paz em um clima de boa-fé, disposição e respeito*.