AMÉRICA DO NORTENOTAS ANALÍTICASORIENTE MÉDIOPOLÍTICA INTERNACIONAL

Representantes de Israel nas negociações com a Palestina vão aos EUA se reunir com John Kerry

Nesta quinta feira, a “Ministra da Justiça israelense”, Tzipi Livni, e o enviado especial do primeiro ministro de Israel, Isaac Molho, chegaram a Washington para uma rápida visita. Livni e Molho foram aos Estados Unidos para se reunir com o Secretário de Estado norte-americano, John Kerry. Os representantes de Israel nas negociações com a Palestina realizaram a viagem com o objetivo de enfocar os esforços pretendidos pelos EUA no processo de paz no Oriente Médio. 

NOTAS ANALÍTICASORIENTE MÉDIOPOLÍTICA INTERNACIONAL

O “Dossiê Nuclear” e as tensões entre Israel e o Irã

O “Programa Nuclear Iraniano” começou na década de 1950 e a sua origem remonta ao regime do xá Mohammad Reza Pahlavi. Inicialmente, ele fez parte do programa “Átomos para a Paz”, tendo recebido a ajuda dos Estados Unidos, pois o Irã integrava o grupo de países que assinaram o “Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares[1].

Após a “Revolução Islâmica”, em 1979, o Projeto caiu no esquecimento durante um tempo mas, depois, foi retomado sem o auxílio do Ocidente. Hoje, o “Programa Nuclear” é administrado pela “Organização de Energia Atômica do Irã”, tendo recebido um novo impulso a partir de 1995, quando o país fez um acordo com a Rússia, para concluir a usina nuclear “Bushehr I”, o que não se efetivou. Porém, a partir de 2005, com a eleição de Mahmoud Ahmadinejad, começaram as preocupações de Israel e do Ocidente em relação ao programa iraniano, embora o Irã sempre tenha afirmado que tem objetivos pacíficos e civis, isto é, que a energia nuclear visa ser aplicada na Medicina e na produção energia elétrica.

AMÉRICA LATINANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Uruguay crea “Comisión de Comercio Bilateral” con Brasil y enfría relacionamiento con Argentina

Recientemente, representantes de Brasil y Uruguay firmaron un “Protocolo Adicional” al “Acuerdo de Complementación Económica” (ACE N. 2) con el objetivo de asegurar la fluidez del intercambio comercial bilateral y promover la ampliación y profundización del comercio de bienes y servicios, en un marco de especial atención a las asimetrías[1].

Este protocolo prevé además la creación de una “Comisión de Comercio Bilateral Uruguay-Brasil” (CCB) para la solución de dificultades legales, normativas y operacionales puntuales relativas a acceso a mercados; el establecimiento de procedimientos de consulta en materia de origen, defensa comercial y medidas sanitarias y fitosanitarias; y el establecimiento de un procedimiento expedito de despacho aduanero, según informa el portal de la “Asociación Latinoamericana de Integración” (ALADI) con sede en Montevideo[2].

NOTAS ANALÍTICASORIENTE MÉDIOPOLÍTICA INTERNACIONAL

Samer Issawi: greve de fome e resistência em prol da Palestina

O palestino Samer Tariq Issawi, natural deIssawiyeh (Nordeste de Jerusalém), 33 anos, membro da “Frente Democrática para a Libertação da Palestina”, resistiu a uma greve de fome durante mais de oito meses, numa prisão israelense. Em 12 de abril de 2002, ele foi capturado pelo Exército israelense, em Ramallah, durante a “Operação Escudo Defensivo” e preso sob a acusação de possuir armas e por formação de grupos paramilitares em Jerusalém.

Condenado a 26 anos de prisão, ele foi solto em 2011 juntamente com mais 1027 prisioneiros palestinos na sequência das negociações entre Israel e o Hamas para a libertação do soldado israelense Gilad Shalit. Em menos de um ano, em 7 de julho de 2012, Issawi voltou para a prisão, acusado de ter violado os termos da sua liberdade condicional pelo fato de ter viajado de Jerusalém Oriental para a Cisjordânia onde, segundo informado, ele iria estabelecer células terroristas[1].

AMÉRICA DO NORTENOTAS ANALÍTICASORIENTE MÉDIOPOLÍTICA INTERNACIONAL

Segundo John Kerry, a possibilidade de um acordo de paz entre Israel e Palestina está se esgotando

O Secretário de Estado norte-americano, John Kerry, terminou sua visita a Israel e à Cisjordânia na semana passada, dia 9 de Abril. Antes de sua partida conseguiu uma conquista: a promessa do Primeiro Ministro israelense, Benjamin Netanyahu, em auxiliar no avanço de projetos econômicos palestinos na Cisjordânia. O objetivo seria aumentar a possibilidade de um “Acordo de Paz”.

No entanto, na última quarta-feira, Kerry ressaltou a dificuldade que enfrentará no caminho para uma possível paz no Oriente Médio. O “Secretário de Estado dos EUA” afirmou que será necessária paciência em detalhes que envolvam qualquer plano de dois Estados e disse que os governos de Israel e da Palestina possuem no máximo dois anos para resolver a questão.

AMÉRICA LATINANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Uruguai aprova o matrimônio entre pessoas do mesmo sexo

No passado dia 10 de abril, o Parlamento uruguaio aprovou a lei que permite o matrimônio entre pessoas do mesmo sexo, convertendo o país no segundo da América Latina” e duodécimo no mundo em validar por norma este direito.

O “Projeto de Lei” já tinha sido aprovado em primeira instancia em dezembro de 2012, e foi ratificado pelo Senado por 23 votos a favor e 8 contra, no inicio deste mês de abril de 2013. Semana passada, ele foi aprovado com correções por 71 dos 92 parlamentares pertencentes a todos os partidos políticos com representação no “Poder Legislativo”, em meio a gritos de “¡igualdad!” entre o publico assistente[1].