AMÉRICA LATINANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Visita do secretário geral da “Organização de Cooperação Islâmica” (OCI) reforça laços políticos com o Suriname

O secretário geral daOrganização de Cooperação Islâmica”, Ekmeleddin Ihsanoglu, realizou uma visita de dois dias à Paramaribo, no Suriname. O objetivo de sua primeira viagem ao país sul-americano foi o de estreitar os laços políticos e econômicos do Suriname com os 57 países do Bloco[1].

Dentre os eventos oficiais programados estavam o encontro com o ministro de Relações Exteriores, Winston Lackin, com o Presidente em exercício Robert Ameerali* e com representantes do “Conselho Inter-religioso do Suriname” (IRIS, na sigla em inglês). Este último é de extrema importância para a Organização, uma vez que na América do Sul, tanto o Suriname quanto a Guiana, possuem comunidades mulçumanas originárias da África Ocidental, da Índia e da Indonésia[2].

AMÉRICA DO NORTEAMÉRICA LATINANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

“Diplomacia Presidencial” americana e a retomada do contato com a “América Latina”

Na última semana, entre os dias 29 e 31 de maio, o Brasil recebeu, no Rio de Janeiro e em Brasília, a visita do Vice-Presidente dos Estados Unidos, Joseph Robinette “Joe” Biden, Jr. Em uma visita de três dias, na qual teve contato direto com áreas do desenvolvimento tecnológico da “Companhia Brasileira de Petróleo” – Petrobrás e da iniciativa privada, em um encontro com empresários, Joe Biden pôde tratar de temas relevantes para a agenda próxima dos programas de política externa americano e brasileiro[1].

ÁSIAEUROPANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

As conversações de Paris e Bruxelas: prelúdio para a “Conferência Internacional de Paz sobre a Síria”

Ante a “Guerra Civil” que assola a Síria há mais de dois anos e em face do número crescente de vítimas mortais e milhares de refugiados, os EUA e a Rússia partem para a tentativa de pôr fim ao conflito através de uma conferência internacional, marcada para meados do mês de junho, em Genebra. Antes das negociações, na semana retrasada tiveram lugar as conversações da União Europeia”, em Paris e Bruxelas, e da Oposição síria, em Istambul. A conferência, denominada “Genebra 2”, será a segunda convocada para tentar encontrar uma solução para a “Guerra na Síria”, sendo que a primeira aconteceu em junho de 2012, sem resultados positivos. A frustração das negociações na primeira Conferência, recorde-se, provocou a demissão do então enviado especial para a Síria, Kofi Annan[1].

ÁFRICAAMÉRICA LATINANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

O perdão brasileiro das dívidas africanas

Thomas Traumann, o porta-voz da Presidência brasileira, anunciou no dia 25 de maio de 2013, em Addis Abeba, sede da União Africana, a remissão de dívidas de 12 países africanos, totalizando o montante de US$900 milhões. Dentre os mais beneficiados, destacam-se a “República Democrática do Congo”, cujo débito representava a quantia de US$352 milhões, seguido pela Tanzânia, que se liberou de desembolsar US$237 milhões. Dentre outros, também foram agraciados pela medida brasileira: “Guiné-Bissau”, “São Tomé e Príncipe”, “Costa do Marfim”, Gabão e Guiné-Conacri.

AMÉRICA LATINANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Uruguay y OIM presentan campaña de sensibilización sobre migraciones

El “Ministerio de Relaciones Exteriores (MRREE) uruguayo con el apoyo la “Organización Internacional para las Migraciones (OIM) presentaron la campaña  “La inmigración es positiva” con el objeto de informar y sensibilizar a la población sobre el derecho a migrar -contemplado tanto en la normativa nacional como internacional-  y en la igualdad de derechos y obligaciones[1].
Tal como lo estipula la normativa nacional en el “Artículo 1° de la Ley 18.250”, las personas y sus familias tienen derecho a migrar y el Uruguay se enorgullece de garantizar el pleno acceso a los derechos de los migrantes sin distinción de raza, sexo, idioma, edad, religión o convicción política. A través de esta campaña comunicacional, se espera contribuir a la eliminación de estereotipos y mitos sobre la inmigración y los inmigrantes, transmitiendo un enfoque de  derechos y el concepto migratorio como un factor de enriquecimiento y diversidad determinante en el desarrollo humano de la sociedad uruguaya, informa el comunicado del MRREE[1].

ÁSIANOTAS ANALÍTICASORIENTE MÉDIOPOLÍTICA INTERNACIONAL

Israel e Síria: aumento das provocações e da violência

Nos últimos dois anos, Israel se manteve longe da guerra civil que vem acontecendo na Síria e declarou diversas vezes não ter a intenção de intervir de forma alguma. No entanto, o governo israelense deixou claro que não iria permitir a contínua transferência de armas sofisticadas ao grupo paramilitar Hezbollah” nem qualquer ataque intencional ao seu território. O “Hezbollah” é acusado de assumiu diversos atos terroristas ocorridos em Israel e tem tido auxílio do governo sírio para receber armamentos do Irã e possivelmente da Rússia.