ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALEUROPANOTAS ANALÍTICAS

UE e China intensificam disputa comercial sobre painéis solares

Na semana passada, a “Comissão Europeiaanunciou a imposição de medidas anti-dumping temporárias sobre as importações de painéis solares chineses e de seus componentes, inflamando uma investigação que começou em setembro de 2012, a pedido de uma coalizão de fabricantes europeus que acusaram os chineses de prática de dumping.

A taxa foi estipulada em 11,8%, o que significa, segundo os europeus, “uma transição suave para os nossos mercados para se adaptar – e é uma oferta única para o lado chinês, fornecendo um incentivo muito claro para negociar (…). A bola agora está do lado da China[1], declarou o “Comissário Europeu de Comércio”, Karel De Gucht.

Se China eUnião Europeianão tiverem sucesso em suas negociações até o início de agosto, as medidas aumentarão para 47,6% em média, podendo chegar a 67,9%, dependendo do produto[1].

Por sua vez, a China respondeu opondo-se resolutamente à medida, dizendo que “à UE vai mostrar ainda mais a sua sinceridade, sua flexibilidade, por meio de consultas para encontrar soluções mutuamente aceitáveis[1]. Além disso, Pequim reagiu abrindo investigações antidumping sobre os vinhos europeus, sendo este um expressivo importador destes produto. Em 2012, a China foi responsável por 11,4% dessas compras[2].

—————————

Fontes consultadas:

[1] Ver:

http://ictsd.org/i/news/bridgesweekly/165345/

[2] Ver:

http://exame.abril.com.br/economia/noticias/vinho-europeu-exportado-a-china-nao-recebe-subsidios-diz-ue

—————————

Ver também:

http://www.valor.com.br/internacional/3150040/ue-tenta-forcar-china-negociar-paineis-solares