O Primeiro-Ministro do Japão, Shinzo Abe, realizou uma visita oficial à República Popular da China na sexta feira, dia 26 de outubro (2018). Nesta ocasião foram assinados mais de cinquenta acordos bilaterais. As áreas afetadas incluem: construção de infraestrutura; inovação tecnológica; cooperação no caso de desastres naturais; sistema financeiro e desenvolvimento sustentável.

Bandeiras da China e do Japão

Um dos acordos assinados é especialmente digno de nota, visto que estabelece diretrizes para a cooperação marítima entre a China e o Japão no caso de acidentes em águas internacionais. As relações bilaterais destes países vêm apresentando fricções desde que a China começou a efetuar uma política de criação de ilhas artificiais no Mar localizado ao Sul do seu território, afetando demandas territoriais pela parte do Japão. Este acordo vinha sendo negociado desde o ano de 2011 e o Japão já possui uma cooperação desta natureza com a Coréia do Sul e com os Estados Unidos.

Em uma conjuntura na qual a China enfrenta disputas comerciais com os Estados Unidos (EUA), o aprofundamento da coordenação com o Japão, a terceira maior economia do mundo e a segunda maior da Ásia, certamente é um movimento estratégico de grande relevância. Pela perspectiva japonesa, a aproximação pode servir igualmente como uma forma de balancear as suas recentes tensões com os Estados Unidos, que anunciaram a possibilidade de elevar para 25% as tarifas comerciais, afetando a indústria automobilística japonesa.

Esta foi a primeira visita de Estado oficial realizada por Shinzo Abe à China desde o ano de 2012, ainda que o mandatário tenha estado neste país na ocasião de eventos de cunho multilateral. Por fim, a aproximação entre tais atores, ainda que possa ter sido conduzida por razões pragmáticas, indica um gesto sinalizando rumo a maior coordenação em nível regional. Nesta ocasião, ambos os líderes se pronunciaram como sendo a favor do livre comércio entre as nações e pelo fortalecimento da Organização Mundial do Comércio (OMC). 

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Mandatários da China e do Japão, Xi Jinping e Shinzo Abe, respectivamente” (Fonte):

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Shinzō_Abe_and_Xi_Jinping_(November_2017).jpg

Imagem 2 Bandeiras da China e do Japão” (Fonte):

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:China_Japan_450x300px.png#/media/File:China_Japan_450x300px.png