fbpx
ÁFRICAAMÉRICA LATINAÁSIANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

China quer fortalecer relacionamento com “Países de Língua Portuguesa” via Macau

No “2º Simpósio de Cooperação e Intercâmbio Pequim-Macau[1], realizado nos dias 10 e 11 de julho, o vice-diretor do escritório do “Conselho para a Promoção do Comércio Externo da China”, Li Luxia, declarou[2] que Pequim pretende, por intermédio de Macau, fortalecer o relacionamento com os Países de Língua Portuguesa e também explorar mercados na Europa e na América do Sul”.

O Simpósio, cuja primeira edição ocorreu em setembro de 2012, em Pequim, destina-se a aprofundar o relacionamento e a cooperação entre as duas cidades e, na ocasião, foram assinados Acordos relativos a 57 projetos no montante aproximado de 1 bilhão de dólares.

Durante o período do Evento, os governos de Beijing e de Macau celebraram um acordo-quadro de cooperação estratégica, nos domínios de saúde, esporte e indústrias culturais e criativas. Além disso, associações comerciais e câmaras de comércio inerentes assinaram quatro “Protocolos de Cooperação” abrangendo as áreas de Turismo, Comércio, “Ciência Popular” e “Pequenas e Médias Empresas”, com objetivo de fomentar o mercado interno chinês.

—————————————————

Fontes Consultadas:

[1] Ver:

http://www.ipim.gov.mo/group_detail.php?tid=33870&lang=pt-pt

[2] Ver:

http://jornaldeangola.sapo.ao/economia/investimentos/china_quer_parceria_forte_com_os_paises_da_lusofonia

About author

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!