NOTAS ANALÍTICASTecnologia

Cibersegurança: o caso entre Holanda e Rússia

No dia 14 de outubro (2018), a Ministra de Defesa holandesa, Ank Bijleveld, deu uma entrevista a uma emissora nacional afirmando que o seu país estaria numa guerra cibernética com a Rússia. Sua afirmação veio após a liberação na imprensa de que, em abril deste ano (2018), quatro agentes da inteligência militar russa foram deportados da Holanda por terem sido acusados de tentar hackear o sistema da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ).

De acordo com essa nova informação divulgada, no dia 13 de abril (2018), os cidadãos russos foram pegos nas proximidades da sede da Organização das Nações Unidas (ONU) com a posse de equipamentos capazes de invadir sistemas e redes virtuais. A decisão tomada pelo departamento de inteligência holandesa não foi de prendê-los, mas de deportá-los imediatamente.

Imagem popular em referência à operação de um hacker

Em relação a esse acontecimento, Bijleveld declarou que “o que ocorreu foi bastante perigoso (…). As pessoas tentam interferir de várias formas em nossa vida o tempo todo, para influenciar nossa democracia. Temos que nos livrar da ingenuidade nessa área e tomar as devidas medidas cabíveis”.

Em contrapartida, a Federação Russa nega todas as acusações, alegando que elas não foram comprovadas e que essa é mais uma maneira do Ocidente criar uma propaganda anti-Rússia. Além disso, Moscou apontou que a declaração feita pela Holanda foi bastante oportuna por ela ter coincidido com a 89ª Sessão do Conselho Executivo da OPAQ, algo que daria forças para impulsionar algum tipo de projeto ou iniciativa. Não obstante, na sexta-feira, dia 12 de outubro (2018), o Reino Unido e a Holanda enviaram um memorando aos membros da União Europeia requisitando a atualização das sanções direcionadas a “atividades cibernéticas maliciosas”.

A Porta-Voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, afirmou: “primeiro eles organizaram vazamentos nos meios de comunicação e depois espalharam um escândalo apenas agora, após seis meses de silêncio. Para quê? A Rússia acaba de lançar uma iniciativa para seus parceiros globalmente para elaborar um código de conduta no espaço cibernético. E eles não estão poupando esforços para puxar o nosso tapete, tudo para dizer que deve ser o Ocidente a oferecer ao mundo uma estrutura para elaborar regras comuns de comportamento no espaço cibernético em vez da Rússia”.

A questão cibernética ultrapassa fronteiras e é uma problemática comum do século XXI. Não há consenso entre o Ocidente e a Rússia nesse domínio, há várias acusações e muitas não foram de fato comprovadas. O fato é que isso está se tornando cada vez mais um empecilho na manutenção das boas relações diplomáticas, como é o caso agora da Holanda e da Federação Russa.

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1Imagem popular em referência à operação de um hacker” (Fonte):

https://en.wikipedia.org/wiki/File:Backlit_keyboard.jpg

Imagem 2A Ministra da Defesa da Holanda, Ank Bijleveld” (Fonte):

https://en.wikipedia.org/wiki/File:Ank_Bijleveld_2018_(1).jpg

About author

Bacharela em Relações Internacionais e em Ciências Econômicas, ambas pelas Faculdades de Campinas (FACAMP). Participou da Newsletter do Centro de Estudos de Relações Internacionais (CERI) da FACAMP como redatora e corretora de artigos. Fez sua tese de conclusão de curso sobre as relações diplomáticas entre a Rússia e os Estados Unidos no pós Guerra Fria. Tem grande paixão pela escrita e por assuntos relacionados à Segurança Internacional e Diplomacia.
Related posts
COOPERAÇÃO INTERNACIONALFÓRUNS INTERNACIONAISNOTAS ANALÍTICAS

ONU anuncia Aniversário de 25 Anos da Declaração de Beijing em 2020: O Ano da Igualdade para as Mulheres

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Sarampo causou a morte de mais de 140 mil pessoas em 2018

EUROPANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Tribunal considera ilegal a taxa cobrada pelo Governo britânico para a cidadania de crianças nascidas no país

Direito InternacionalNOTAS ANALÍTICAS

Estados se reúnem em conferência em Abu Dhabi sobre corrupção

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!
Powered by