fbpx
NOTAS ANALÍTICAS

“Coreia do Norte”: EUA são a causa de novos testes nucleares

Nesta semana, a “Coreia do Norte” anunciou que investirá em “auto-defesa” devido à “pressão diplomática” dos Estados Unidos, a qual se intensificou após o fracasso no mês de abril do lançamento do alegado satélite norte-coreano.

 

A notícia chegou imediatamente após os norte-americanos, juntamente com líderes da “Coreia do Sul”, da China e do Japão terem se encontrado na segunda-feira e emitido um comunicado claro solicitando que o país desistisse de seu “Programa Nuclear”. Vale ressaltar que, na semana anterior, foi especulado pelo Governo da “Coréia do Norte” que não mais sejam realizados testes nucleares.

Um oficial norte-coreano declarou à agência noticiosa estatal do país (KNCA): “Desenvolvemos o programa nuclear para autodefesa por causa da política hostil dos Estados Unidos em reprimir, à força, a República Democrática Popular da Coreia [nome oficial da “Coreia do Norte”] e continuaremos a expandir-nos e a desenvolvermo-nos sem parar enquanto durar essa política hostil”*.

Com a pressão dos EUA e da comunidade internacional contra seus planos nucleares, os norte-coreanos deixam a entender que adotarão uma postura para bater de frente com os líderes mundiais, numa forma de comunicar “que as grandes potências não influenciam nas decisões de Pyongyang”*.

Ainda para o noticiário local, um dos porta-vozes do Ministério norte-coreano dos “Negócios Estrangeiros” disse: “Desde o início que não pretendemos adoptar uma tal medida militar como um teste nuclear, antes planeámos lançar um satélite científico e técnico com objectivos pacíficos”*.

Analistas avaliam que se forem consideradas as atitudes do país e da comunidade internacional perante o tema, percebe-se que não existe um diálogo para a negociação pacífica, ficando evidente que isso não ocorre devido a inflexibilidade de ambas as partes que não cedem suas posições tentando chegar a um acordo.

—————

Fontes

* Ver:

http://www.publico.pt/Mundo/coreia-do-norte-em-expansao-do-programa-nuclear-1547270

—————

Ver Também:

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=573993

Ver tambémVoz da Rússia”:

http://portuguese.ruvr.ru/2012_05_22/Coreia-do-Norte-EUA-Ameaca-sancoes-programa-nuclear/

 

About author

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. É membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence. Atualmente trabalha como repórter fotográfico.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!