fbpx
NOTAS ANALÍTICAS

“Coreia do Sul” mais armada

Nesta semana, o general James Thurman, que representa a presença militar dos “Estados Unidos” na “Coreia do Sul”, solicitou que seu país envie mais armas para o Estado asiático. Declarou: “Com o objetivo de reforçar nossas capacidades para realizar combates, peço prioridade para receber esquadrões suplementares de ataque e reconhecimento”*.

 

Militares estadunidenses e sul-coreanos continuam com seus “treinamentos militares conjuntos” e se preparam para uma possível ofensiva norte-coreana. Por temerem um ataque, os sul-coreanos pedem que o Pentágono envie mais “helicópteros” para fortalecer suas “defesas antimíssil” e já estão testando o lançamento de foguetes múltiplos para usar em combate.

Ao mesmo tempo em que Seul e os militares norte-americanos dialogam sobre o “reforço militar”, a China está realizando exercícios bélicos na região do “Rio Yalu”, que faz fronteira entre China e “Coreia do Norte”. Esses exercícios objetivam prepará-los para lidar com uma possível onda de refugiados norte-coreanos que possam tentar atravessar a fronteira.

Desde o lançamento mal sucedido do foguete norte-coreano no dia 13 de abril deste ano, 2012, o clima na península se agrava, diminuindo as chances de um diálogo definitivo para que se estabeleça a paz na região.

——————

Fontes:

* Ver:

http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5830479-EI8143,00-Comandante+americano+na+Coreia+do+Sul+pede+mais+armas.html

——————

Ver também:

http://www.band.com.br/noticias/mundo/noticia/?id=100000509825

Ver também:

http://spanish.yonhapnews.co.kr/northkorea/2012/06/13/0500000000ASP20120613003200883.HTML

About author

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. É membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence. Atualmente trabalha como repórter fotográfico.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!