fbpx
NOTAS ANALÍTICAS

Primeiro-Ministro chinês anuncia medidas para conter a alta nos preços dos alimentos

O primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, anunciou que o governo está preparando novas medidas para tentar conter a alta nos preços dos alimentos, que chegou a 10,1% no mês de outubro de 2010, em relação ao ano anterior.

Além disso, a “Bolsa de Valores de Xangai” caiu quase 10% nos últimos quatro dias por causa de temores sobre uma alta na taxa de juros, pois, em outubro, o “Banco Central” chinês elevou os juros inesperadamente, em resposta às pressões inflacionárias.

Em nota oficial, o governo prometeu também aumentar o valor dos subsídios pagos às famílias pobres e ordenou às autoridades locais que garantam seus estoques de produtos essenciais, como vegetais, grãos e carvão, além de outras fontes de energia.

About author

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. É membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence. Atualmente trabalha como repórter fotográfico.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!