fbpx
NOTAS ANALÍTICAS

“Emirados Árabes Unidos” investirão no agronegócio em Angola

O ministro dos Negócios Estrangeiros dos Emirados Árabes Unidos, Abdallah Bin Zayed Al Nahyan, declarou que sua região pretende investir na produção de alimentos agrícolas e no agronegócio em Angola, pois nos “Emirados Árabes” o custo de produção de bens alimentares é muito mais oneroso (por ser uma área desértica) do que na região angolana. A declaração foi feita no dia 19 de março, terça-feira passada, durante um encontro[1] realizado em Luanda (Angola) com o ministro da Economia angolano, Abraão Gourgel.

Durante a reunião, Abraão Gourgel informou ao ministro árabe Zayed sobre as áreas de cooperação de interesse para Angola, sobretudo no segmento das pequenas e médias empresas, já que os Emirados possuem um centro de referência em pequenas e médias empresas.

Por sua vez, a autoridade dos Emirados destacou a existência de interesse particular na gestão de empreendimentos portuários e aeroportuários. As perspectivas de negócios bilaterais serão concretizadas a partir da assinatura de um acordo geral, a ser rubricado dentro de dois meses.

———————————— 

Fonte consultada

[1]Ver:

http://jornaldeangola.sapo.ao/15/0/emiratos_querem_cooperar_na_producao_de_alimentos

About author

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!