fbpx
NOTAS ANALÍTICAS

Empresa francesa anuncia interesse na concorrência internacional para o Satélite brasileiro

Logo da Agência Espacial BrasileiraConforme disseminado pela mídia brasileira[1], a empresa francesa “Astrium”, subsidiária da “European Aeronautic Defense and Space Company” (EADS), tem conversado com interlocutores da “Agência Espacial Brasileira” em busca de parceria para o desenvolvimento de engenharia e tecnologia brasileiras na área de foguetes.

A “Astrium” tornou pública[2] a sua participação no processo de escolha do “Satélite Brasileiro de Defesa e Comunicações Estratégicas” (SGDC), projeto para o qual o governo já reservou R$ 716 milhões e atualmente é considerada a principal concorrência da “América do Sul”.

Até o momento, também estão interessadas[3] na concorrência a  empresa europeia “Thales Alenia Space”, as americanas “Boeing”, “Lockheed Martin” e “Space Systems Loral” (adquirida pelo grupo canadense MDA, em 2012), a japonesa “Mitsubishi” e a russa “Reshetnev”.

A “Agência Espacial Brasileira” contratou a “Visiona Tecnologia Espacial,” joint venture entre a “Embraer” e a “Telebrás”, para fazer o gerenciamento dos contratos com os futuros fornecedores do equipamento.

Cabe ressaltar que o Satélite brasileiro está previsto para ser lançado até o fim de 2014 e este prazo é tido como curto para que o Brasil possa avançar na questão da transferência de tecnologia pré-definida nesta concorrência internacional. 

———————————————–

Fontes Consultadas:

[1] Ver:

http://www.investe.sp.gov.br/noticias/lenoticia.php?id=17772

[2] Ver:

http://www.teletime.com.br/04/03/2013/para-astrium-organizacao-da-cadeia-industrial-e-chave-para-sucesso-de-programa-brasileiro/tt/328467/news.aspx

[3] Ver:

http://clipping.cservice.com.br/cliente/visualizarMateria.aspx?materiaId=17475159&canalId=38856&clienteId=DRpt4lzwMf8=

About author

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!