fbpx
DIPLOMACIA CORPORATIVANOTAS ANALÍTICASTecnologia

Google mobiliza esforços para oferecer redes sem fio em mercados emergentes

De acordo com matéria publicada no “The Wall Street Journal[1], o Google está mobilizando esforços para oferecer redes sem fio e computação acessível aos mercados emergentes, como a África Subsariana e o Sudeste Asiático.

Em busca de ampliar seu alcance, a empresa planeja a introdução das redes sem fio fora das grandes cidades, onde as conexões com fio não são possíveis. Este movimento poderá levar a Internet para mais de um bilhão de pessoas.O Google também projeta juntar-se com as empresas de telecomunicações locais e fornecedores de equipamentos nos mercados emergentes para o desenvolvimento das redes, bem como criar modelos de negócios para apoiá-los.Como parte do plano, a empresa vem trabalhando na construção de um ecossistema de novos microprocessadores e smartphones de baixo custo, alimentados por seu sistema operacional móvel Android para se conectar com as redes sem fio.

De acordo com a reportagem, para a execução desse planejamento, a companhia tem tido conversas com os reguladores, em países como a África do Sul e Quênia, sobre a mudança de regras para fazer uso das vias aéreas de TV. Esses sinais utilizam frequências mais baixas do que algumas redes de celular, permitindo uma transmissão mais fácil, mas, por enquanto, só é possível sua utilização para sinais de TV.

——————————————————–

Fonte Consultada:

[1] Ver:

http://online.wsj.com/article/SB10001424127887323975004578503350402434918.html?mod=googlenews_wsj

Enhanced by Zemanta

About author

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!