fbpx
AMÉRICA LATINAÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

[:pt]Hong Kong segue Pequim e proíbe a compra de carnes do Brasil[:]

[:pt]

O maior mercado consumidor de carnes do Brasil é a China Continental, sob administração direta de Pequim. O segundo maior mercado de carnes brasileiras é a região administrativa especial de Hong Kong, que na quarta-feira, 22 de março, seguiu a política de Pequim de suspensão de importação de carnes de frigoríficos brasileiros, temporariamente, provavelmente até o fim das investigações acerca do escândalo de corrupção de funcionários do Ministério da Agricultura do Brasil.

O Presidente do Brasil, Michel Temer, bem que tentou esclarecer que os casos de “carne estragada” aprovadas por fiscais corruptos eram pontuais, não sistêmicos, mas, pouco adiantou. O Centro de Hong Kong para a Segurança dos Alimentos anunciou uma proibição temporária de todas as importações de carne e aves congelados e refrigerados produzidos no Brasil. Ao menos é assim que a imprensa de Hong Kong analisa os fatos no Brasil e sua repercussão na Ásia.

A proibição de importação e a “queda” do consumo de carnes brasileiras por este importantíssimo mercado representa um duro golpe na já combalida economia brasileira, considerando que Hong Kong é uma região administrativa especial sob domínio da China, de economia capitalista liberal, com predomínio de baixos impostos e taxas alfandegárias para o livre comércio, sendo a Bolsa Valores de Hong Kong (HKEx) a segunda colocada no ranking asiático, em termos de capitalização de mercado, ficando atrás apenas da Bolsa de Valores de Tóquio, no Japão.

———————————————————————————————–                    

Imagem 1Estoquista retira carnes do Brasil das prateleiras de supermercado de Hong Kong” (Fonte):

http://finance.sina.com.cn/roll/2017-03-22/doc-ifycspxn9436390.shtml

Imagem 2O Two International Finance Centre em meio aos outros arranha-céus do centro financeiro de Hong Kong” (Fonte):

https://pt.wikipedia.org/wiki/Hong_Kong  

[:]

About author

Graduado em Direito (2000) pela Universidade da Amazônia, é diretor da Montax – Inteligência & Investigações e autor de Inteligência & Indústria – Espionagem e Contraespionagem Corporativa. Pesquisa Marketing de serviços, Guerra Econômica, Economia Política e áreas afins. Como Advogado criminalista, tem foco em ações antilavagem de dinheiro para Recuperação de ativos desviados de fraudes.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!