fbpx
EUROPANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Indícios de que Ucrânia atingiu o avião do Voo MH117

O presidente da empresa AlmazAntey, Yan Novikov, declarou na terça-feira (dia 2 de junho), que há provas emitidas por fotografias de satélites americanos no momento da derrubada do Voo MH117 da Malasya Airlines que podem expor quem é o verdadeiro culpado. Um dos principais argumentos levantados é o de que existem restritas possibilidades de projéteis capazes de abater o avião comercial do Voo MH117 da forma que ele foi abatido e na região em que se localizava[1].

Uma das hipóteses mais prováveis é de que o disparo tenha sido realizado por um sistema BUK, fabricado pela própria empresa AlmazAntey, mas com um tipo de projétil já desabilitado dos inventários russos, estando unicamente em operação até 2012 na Ucrânia, que também possui um sistema móvel BUK de lançamento de Mísseis TerraAr (Disparo de terra, para atingir alvo em movimento no ar).

Ainda de acordo com Yan Novikov, essas evidências somadas com os testemunhos da localização das tropas ucranianas no momento da queda do avião, coloca a Ucrânia como principal responsável, entretanto ainda há de ser feito estudos e simulações para provar essa inclinação sugerida pelo presidente da AlmazAntey.

Analistas observam que uma vez comprovado o uso de projétil teleguiado terra-ar, não há como indicar a Rússia como suspeita, já que não havia tropas regulares russas na região ou, muito menos, com capacidade de realizar o ataque ao voo comercial nas circunstâncias em que foi realizado, principalmente com relatos constantes de presença do Sistema BUK no território ocupado pelas tropas ucranianas[2].

——————————————————————————————–

Imagem (Fonte):

http://en.wikipedia.org/wiki/Buk_missile_system#/media/File:Buk-M2-MAKS-2007-2.jpg

——————————————————————————————–

Fontes Consultadas:

[1] Ver Russian arms producer ready to stage experiment to prove Buk-M1 missile hit flight MH17” (Publicado em  2 de junho de 2015):

http://tass.ru/en/world/798098

[2] Ver How flight MH17 was obliterated in just 12 seconds: BUK missile system carrying 150lbs of explosives fired at doomed Malaysian flight with 95% accuracy” (Publicado em 28 de julho de 2014):

http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-2697068/How-MH17-obliterated-just-12-seconds-BUK-missile-carrying-150lbs-explosives-fired-doomed-Malaysian-flight-95-accuracy.html

About author

Pósgraduado em Ciência Política (IUPERJ) e Bacharel em Relações Internacionais (UCAM). Experiência profissional em Representação Comercial e atualmente Gerente de Projetos e Novos Negócios na Prefeitura do Rio de Janeiro. No CEIRI Newspaper escreve no grupo Europa desde março de 2013, em que desenvolve publicações com ênfase na Política Externa Russa.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!