fbpx
AGÊNCIAS DE COOPERAÇÃOCOOPERAÇÃO INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Instituições do Brasil, Equador e Paraguai ganharam os Prêmios Interamericanos para Inovação Financeira e Empresarial do BID

O Banco do Nordeste do Brasil, a Tigo (maior operadora de telefonia celular do Paraguai) e a FOODSANU (processadora de alimentos) do Equador foram os contemplados com os Prêmios Interamericanos para Inovação Financeira e Empresarial pelo trabalho em apoio à inclusão financeira, às finanças digitais e à microempresa na América Latina e no Caribe[1].

Os prêmios foram oferecidos pelo Fundo Multilateral de Investimentos (FUMIN), membro do Grupo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O Banco do Nordeste do Brasil ganhou o Prêmio para Inclusão Financeira 2014 por seu desempenho no oferecimento de serviços financeiros para as populações pobres e de baixa renda. Seu programa de microcrédito, CrediAmigo, elaborado em 1997 em associação com a Acción Internacional, é atualmente um dos maiores programas de microcrédito de toda a América Latina.

A Tigo Paraguay ganhou o Prêmio para Finanças Digitais por seu desempenho e transparência financeira e qualidade e uso de seus serviços financeiros. Seu produto TIGO Money distinguiu-se no âmbito das finanças digitais por levar serviços financeiros (entre eles transferências de dinheiro de pessoa a pessoa “P2P”, operações de pagamento e microcrédito) aos moradores de áreas sem atendimento bancário de uma maneira rápida e acessível.

O Prêmio para Excelência e Sustentabilidade da Microempresa foi para a empresária equatoriana Ximena Coba, criadora da processadora de alimentos FOODSANU, que produz polpa de frutas sem aditivos químicos pela implementação de um sistema de gestão de Boas Práticas de Manufatura (BPM).

A premiação acontecerá no dia 4 de novembro durante a cerimônia de inauguração do Foromic 2014, a principal conferência da região em temas relacionados às microfinanças e às empresas. Este ano, o Foromic será realizado em Guayaquil, no Equador, de 4 a 6 de novembro, com o tema: “Finanças inclusivas: modelos de negócio para todos”.

—————————————————————————

Imagem (Fonte):

 BID

—————————————————————————

Fonte Consultada:

[1] Ver:

http://www.foromic.org/

About author

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!