ÁfricaCOOPERAÇÃO INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Investimento na cultura de Cabo Verde

A cultura vista como uma das pautas dentro do processo de desenvolvimento tem movimentado Cabo Verde durante o ano de 2019. Diversas iniciativas foram adotadas visando a preservação de patrimônios históricos materiais e imateriais.

Ainda neste mês de novembro (2019), foi anunciado pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas e pela Câmara Municipal de Ribeira Grande o investimento para a revitalização da Cidade Velha, localidade situada ao sul da Ilha de Santiago. Avaliado em 1 milhão de euros (aproximadamente 4,6 milhões de reais, na cotação de 11 de novembro de 2019), o empreendimento consiste em restauração de ruas, calçadas e fachadas de prédios históricos. Além de ser uma forma de melhorar a acessibilidade e qualidade de vida da população local, o investimento visa a atração de turistas.

Neste tocante, torna-se importante destacar que a Cidade Velha integra a lista de Patrimônios Mundiais da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO, sigla em Inglês para United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization) desde 2009.

Entre os séculos XV a XVIII a Cidade Velha integrou as possessões do reino de Portugal, representando um entreposto importante nas dinâmicas escravagistas. O estabelecimento de colonos portugueses influenciou na arquitetura, cultura, religião e idioma local.

Celas coletivas do Campo de Tarrafa

Seguindo a mesma dinâmica de investimento, será reabilitado o antigo Campo de Concentração de Tarrafal, que está orçado em 320 mil euros (em torno de 1,5 milhão de reais, segundo a cotação de 11 de novembro de 2019). Ambos projetos estão inseridos no quadro de ações do Plano Nacional de Reabilitação de Edifícios Históricos e Religiosos.

O Campo de Tarrafal, também conhecido como Campo de Trabalho de Chão Bom, abriga o Museu da Resistência, tendo em vista seu valor histórico. Durante 30 anos a localidade foi uma colônia penal, que funcionou como campo de concentração de inimigos políticos de origem portuguesa, angolana, guineense e caboverdiana (de orientação antifascistas e anticolonialistas) no período do Governo de Salazar, em Portugal.

Logo do Comitê do Patrimônio Mundial da Humanidade da UNESCO

Além dos aspectos históricos culturais herdados do período colonial, o país também investe na valorização de traços culturais naturais do arquipélago. Neste contexto de difusão cultural pode-se citar a Morna, gênero musical originário do arquipélago. O dossiê de solicitação de integração da Morna na lista de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade foi submetido em 2018, e teve sua aprovação durante o mês de novembro (2019). O processo será finalizado com a ratificação, que ocorrerá em dezembro de 2019.

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1Cidade Velha, Ilha de Santiago, Cabo Verde” (Fonte): https://en.wikipedia.org/wiki/Cidade_Velha#/media/File:Cidade_Velha_Pelourinho_square_b_2011.jpg

Imagem 2Celas coletivas do Campo de Tarrafal” (Fonte): https://pt.wikipedia.org/wiki/Campo_do_Tarrafal#/media/Ficheiro:TarrafalEdificios.JPG

Imagem 3Logo do Comitê do Patrimônio Mundial da Humanidade da UNESCO” (Fonte): https://en.wikipedia.org/wiki/World_Heritage_Site#/media/File:World_Heritage_Logo_global.svg

About author

Bacharela em Relações Internacionais pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA). Dentre as áreas de interesse encontram-se Cooperação Técnica Internacional e Segurança Internacional. Como colaboradora do CEIRI Newspaper escreve sobre o continente africano, mas especificamente os países de língua portuguesa.
Related posts
NOTAS ANALÍTICASORIENTE MÉDIOPOLÍTICA INTERNACIONAL

A renúncia do Primeiro-Ministro do Iraque

NOTAS ANALÍTICASORIENTE MÉDIOPOLÍTICA INTERNACIONAL

Conferência sobre albinismo nos PALOP

EUROPANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Estônia reivindica território da Rússia

NOTAS ANALÍTICASTecnologia

Rússia aprova lei para banir aparelhos sem tecnologia doméstica

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!
Powered by