fbpx
AMÉRICA LATINACOOPERAÇÃO INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

IV Reunião de Cooperação Internacional Descentralizada

O Estado do Amapá realizou no dia 18 e 19 de agosto o III Seminário e a IV Reunião de Cooperação Internacional Descentralizada do Brasil. Durante o encontro, estados, municípios e gestores da área se reuniram para trocar experiências de Cooperação Internacional.

A Assessora Especial da Subchefia de Assuntos Federativos da Presidência da República, Paula Ravanelli, declarou que o objetivo desses encontros é estimular a participação de unidades federativas e das prefeituras na Cooperação Internacional.

A Assessora destacou ainda que é necessário afastar a ideia de que esse assunto é somente de competência da União, por isso a importância em dar visibilidade ao tema para maior atuação dos estados e municípios nas relações internacionais.

A diretora-presidente da Agência de Desenvolvimento do Amapá (ADAP), Ivana Antunes, destacou que, na década de 1990, o Governo do Estado já concebia formas de se relacionar com os países que fazem fronteira no extremo Norte do Brasil, principalmente a Guiana Francesa, onde vivem milhares de brasileiros.

Atualmente, como exemplo, o Amapá possui cooperação com o Governo francês nas áreas de ciência, tecnologia, inovação, idiomas, mineração, indústria, comércio, entre outras, e a tendência é de expansão da cooperação.

—————————————————————————

Imagem (Fonte):

 http://agencia.ap.gov.br/noticia/39403/

—————————————

Fonte Consultada:

Ver:

http://chicoterra.com/2014/08/18/amapa-abre-iii-seminario-e-iv-reuniao-de-cooperacao-internacional-do-brasil/

 

About author

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!