Agora nossos podcasts também estão no Spotify e Deezer. Em breve voltaremos  com os áudios! Para receber nossas atualizações em seu whatsapp clique no botão ao lado ou envie um whatsapp com seu nome, cidade/estado para 11 35682472

Direito InternacionalNOTAS ANALÍTICAS

Japão e Coreia do Sul discordam sobre decisão a respeito de trabalho forçado

O Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, pediu, na sexta-feira passada (14 de novembro de 2018), diálogo entre Seul e Tóquio sobre a questão das indenizações pela mão de obra escrava de coreanos por empresas japonesas, no período da colonização japonesa na Coreia do Sul (de 1910 a 1945).

A questão do trabalho escravo envolve cerca de 10 casos, 900 sul-coreanos e algumas empresas japonesas, entre elas a Mitsubishi Heavy Industries Ltd. e a Nippon Steel & Sumitomo Metal, durante seu exercício nos anos de 1910 a 1945. Os processos estão sendo julgados nos tribunais sul-coreanos, e dois casos implicando essas duas indústrias receberam resoluções favoráveis aos autores das ações.

Sentença sobre caso de trabalho escravo

Contudo, o Japão demonstrou descontentamento por considerar o assunto encerrado, conforme o acordo realizado em 1965 que restabelecia as relações com a Coreia do Sul, além do pagamento de 500 milhões de dólares como “resolução completa e final”.

As decisões tanto fragilizam as relações entre os dois países quanto podem causar receio ao Japão de que a Coreia do Norte também entre com ações, caso suas relações sejam reatadas. A Coreia do Sul tem reaberto outros temas delicados, como a dissolução da Fundação das “Mulheres de Conforto”, considerados resolvidos pela parte nipônica, fomentando uma reação negativa dessa. Tal conduta poderá motivar um esfriamento entre seu relacionamento, motivo pelo qual Moo Jae-in busca minimizar a repercussão negativa e dar um tom moderado ao propor o diálogo.

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Estátua simbolizando trabalhadores coreanos levados ao Japão durante seu governo sobre a Península Coreana entre 1910 e 1945.” (Fonte): https://english.kyodonews.net/news/2018/05/7db687ab1601-s-korean-police-act-to-block-statue-symbolizing-forced-laborers.html

Vídeo Sentença sobre caso de trabalho escravo” (Fonte): https://www.youtube.com/watch?v=984u8etffEo

About author

Bacharela em Relações Internacionais pela Universidade Católica de Santos (UNISANTOS) e integrante do grupo de pesquisa sobre Governança Global da mesma instituição. Teve duas experiências internacionais no Japão: Okinawa, para estudos culturais (bolsa cultural em 2016) e Hiroshima, participando do curso de verão sobre Hiroshima e Paz na Hiroshima City University (bolsa pela Mayors for Peace como representante da cidade de Santos, em 2018).
Related posts
ÁfricaCOOPERAÇÃO INTERNACIONALEuropaNOTAS ANALÍTICAS

A cooperação norueguesa com a União Africana

AMÉRICA LATINAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

O fechamento da fábrica da Goodyear na Venezuela

AMÉRICA LATINAEURÁSIANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Fortalecimento da parceria estratégica entre Rússia e Venezuela

NOTAS ANALÍTICASORIENTE MÉDIOPOLÍTICA INTERNACIONAL

Austrália reconhece Jerusalém Ocidental como capital de Israel

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá!