ECONOMIA INTERNACIONALEUROPANOTAS ANALÍTICAS

Letônia está próxima de se tornar o 18º país da “Zona do Euro”

A “União Europeia” (UE) anunciou nesta última quarta-feira (5 de junho de 2013) que a Letônia está apta a aderir à “Zona do Euro” após cumprir todos os critérios estipulados pelo “Tratado de Maastricht” – responsável pela elaboração da moeda única europeia[1].

Previsto para ocorrer no próximo ano, a Letônia torna-se o segundo país báltico a utilizar a moeda europeia, juntamente com a Estônia. Os “Ministros das Finanças” da “Zona do Euro” irão se reunir no próximo mês para oficializar a adesão do país báltico, algo considerado pelos analistas como uma mera formalidade[2].De acordo com Olli Rehn, Comissário responsável pelos assuntos econômicos e monetários da UE, “O desejo da Letônia a adotar o euro é um sinal de confiança na nossa moeda comum. É mais uma prova de que aqueles que previram uma desintegração do euro estavam de fato atrás da curva e simplesmente errados[2]. Ademais, a Lituânia pretende aderir àZona do Euroem 2015 e as negociações para a adesão da Polônia avançam de forma positiva.

A moeda da Letônia fora indexada ao euro (de forma semelhante ao o que ocorre com a moeda dinamarquesa) desde sua criação em 2002. Como consequência, as decisões econômicas e de política fiscal nacional são tomadas em referência à moeda europeia. O governo da Letônia acredita que, uma vez estabelecida tal conexão, é de interesse do país juntar-se formalmente à “Zona do Euro” para poder participar da tomada de decisões das políticas monetárias europeias.

Uma das maiores preocupações apontadas peloBanco Central Europeu” (BCE) consiste no alto nível de depósitos em Bancos letões provenientes de países estrangeiros, principalmente da Rússia. Para sair da crise financeira que afetou os países europeus, o Governo da Letônia aprovou uma “Lei de Investimentos Estrangeiros” facilitando a compra de propriedades. Devido à aproximação histórica e cultural, grande parte destes investidores origina-se da Rússia levantando o temor, de acordo com alguns críticos à adesão da Letônia ao euro, do aumento da influência russa na UE[1].

——————————

Fontes consultadas:

[1] Ver:

http://www.dw.de/latvia-is-headed-for-the-eurozone/a-16859966

[2] Ver:

http://www.guardian.co.uk/world/2013/jun/05/latvia-second-baltic-state-eurozone

About author

Mestrando em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (Usp); Bacharel em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Puc-SP). Colaborador do Núcleo de Análise da Conjuntura Internacional (NACI) e do Núcleo de Estudos de Política, História e Cultura (Polithicult). Experiência profissional como consultor de negócios internacionais. Atua nas áreas de Política Internacional, Integração Europeia, Negócios Internacionais e Segurança Internacional. No CEIRI NEWSPAPER é o Coordenador do Grupo Europa.
Related posts
MEIO AMBIENTENOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICAS

Egito, Etiópia e Sudão: desavenças pela maior hidrelétrica da África

DEFESANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONALPOLÍTICAS PÚBLICAS

Índia procura fortalecer defesas aéreas para se equiparar à China, em meio a tensões na fronteira

Direito InternacionalNOTAS ANALÍTICAS

Crise oriunda da COVID-19 poderá lançar até 326 mil crianças ao trabalho infantil

MEIO AMBIENTENOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICAS

ONU celebra o Dia Mundial do Meio Ambiente em meio à Pandemia

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!
Powered by