BLOCOS REGIONAISECONOMIA INTERNACIONALEUROPANOTAS ANALÍTICAS

Letônia torna-se o 18º membro da “Zona do Euro”

Nesta última terça-feira, dia 9 de julho (2013), os Ministros das Finanças dos 28 Estados-membros da União Europeia” (UE), no âmbito do “Conselho da UE”, anunciaram a aprovação da adesão da Letônia à moeda comum europeia, tornando-se, assim, o 18º membro da Zona do Euro”. De acordo com o Primeiro-Ministro do país, Valdis Dombrovskis, a substituição da atual moeda, o lat*, ocorrerá no primeiro dia de 2014[1].

Para o “Ministro das Finanças”, Andris Vilks, a escolha pela moeda europeia ocorreu no momento em que seu país aderiu à UE, em 1º de maio de 2004, quando automaticamente indexou o lat ao euro** – “Após a adesão [da Letônia] à UE e à OTAN, a introdução do euro era a única lição de casa a ser feita”, afirmou Vilks[1]. E fora uma lição de casa muito bem feita, já que o país é um dos quatro membros da UE (juntamente com Finlândia, Luxemburgo e Estônia) que cumprem todos os requisitos econômicos e financeiros estabelecidos pelo Tratado de Maastricht”.

Vilks ainda afirmou que a adesão à moeda regional constitui um passo importante para o crescimento de fluxos de investimentos externos ao país ao criar um ambiente de estabilidade. Ademais, para o Ministro, “é muito importante [para a Letônia] ser integrada nas estruturas europeias existentes, tanto quanto possível, porque é muito difícil para economias pequenas e abertas, como a Letônia, gerenciar com suas próprias moedas independentes[2].

Krisjanis Karins, ex-ministro da Economia do país e atual membro do “Parlamento Europeu”, acredita que a adesão ao euro constitui uma forma de reduzir o risco para os investidores, algo semelhante ao que ocorreu na Estônia, primeiro país Báltico a aderir a moeda europeia[3].

Contudo, os benefícios da adesão do país ao euro não são unânimes. De acordo com uma pesquisa publicada recentemente, em meados de junho, apenas 38% da população letã apoia a substituição da atual moeda. A preocupação mais corrente refere-se à possibilidade do aumento dos preços como consequência da adesão ao euro, processo que ocorreu em diversos países que aderiram à moeda. Janis Urbanovics, líder da oposição no Parlamento da Letônia”, acredita que o governo errou ao não anunciar uma prorrogação da adesão do país ao euro[2].

—————————–

Imagem (Fonte):

http://ec.europa.eu/economy_finance/images/headlines/latvia_euro.jpg

—————————

*. A conversão ocorrerá na seguinte proporção: 1 euro será equivalente a 0.7028 lat.

**. Para maiores informações, ver:

https://ceiri.news/letonia-esta-proxima-de-se-tornar-o-18o-pais-da-zona-do-euro/

——————-

Fontes consultadas:

[1] Ver:

http://www.dw.de/latvia-gains-final-approval-to-join-eurozone/a-16938231?maca=en-newsletter_en_Newsline-2356-html-newsletter

[2] Ver:

http://www.dw.de/will-latvians-embrace-the-euro/a-16936586

[3] Ver:

http://www.dw.de/can-latvia-be-a-role-model-for-reform-in-europe/a-16941073?maca=en-newsletter_en_Newsline-2356-html-newsletter

About author

Mestrando em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (Usp); Bacharel em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Puc-SP). Colaborador do Núcleo de Análise da Conjuntura Internacional (NACI) e do Núcleo de Estudos de Política, História e Cultura (Polithicult). Experiência profissional como consultor de negócios internacionais. Atua nas áreas de Política Internacional, Integração Europeia, Negócios Internacionais e Segurança Internacional. No CEIRI NEWSPAPER é o Coordenador do Grupo Europa.
Related posts
EUROPANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

A Dinamarca aprova a construção do gasoduto russo

ÁfricaCOOPERAÇÃO INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Investimento na cultura de Cabo Verde

ECONOMIA INTERNACIONALEUROPANOTAS ANALÍTICAS

Crise do Comércio no Reino Unido faz nova vítima

ÁFRICANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Atraso na implementação do acordo no Sudão do Sul e a pressão internacional

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá!
Powered by