fbpx
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALEUROPANOTAS ANALÍTICAS

Mesmo com crise, chineses investem em Portugal

O “Banco da China” e a Sinohydro continuam investindo em Portugal, dando sequência a uma série de aportes chineses no país europeu desde 2011. Portugal está servindo como plataforma de entrada de empresas da China na “União Europeia” e nos países de “Língua Portuguesa”.

Tian Guoli, presidente do “Banco da China”, declarou: “Os investidores chineses olharam na década passada para os Estados Unidos da América e para o Japão, mas agora é a vez de haver mais cooperação com a Europa, nomeadamente com Portugal e países do sul do continente[1].

Os portugueses estão animados com o fato de as empresas chinesas que estão entrando e as que pretendem entrar no seu mercado serem concorrentes. A Sinohydro, por exemplo, que anunciou seus planos para Portugal, é concorrente da já instalada, “China Tree Gorges” (CTG). As duas empresas chinesas pretendem disputar o mercado português, o europeu e de outros países da África de língua lusófona.

Desde o ano de 2011, as empresas chinesas são grandes responsáveis por manter alguns setores econômicos de Portugal ainda ativos. Calcula-se que os investimentos da China ainda ganharão maiores proporções nos próximos anos.

——————

Fonte consultada:

[1] Ver:

http://www.macauhub.com.mo/pt/2013/07/22/presenca-chinesa-em-portugal-reforcada-com-banco-da-china-e-sinohydro/

About author

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. É membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence. Atualmente trabalha como repórter fotográfico.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!