fbpx
NOTAS ANALÍTICAS

Montadoras chinesas não desistem do Brasil

O governo brasileiro realizou uma série de movimentos para barrar as importações de diversos produtos, estando entre eles os automóveis. Após Brasília anunciar o aumento do IPI para os veículos e peças de automóveis vindas do exterior, algumas empresas chinesas repensaram seus planos de investirem no Brasil.

 

Desde o início de 2011 que as empresas chinesas “JAC Motors” e a “Chery” haviam anunciado seus planos de abrirem fábricas no Brasil, porém, após o aumento do imposto, repensaram suas intenções.

Destas duas grandes montadoras asiáticas, a JAC foi a que estava pronta a desistir dos investimentos no Brasil, porém, o presidente da montadora em território brasileiro, Sérgio Habib, confirmou que ela construirá uma fábrica na Bahia. Os planos são para 2014 e este empreendimento terá capacidade de produzir 100 mil unidades ao ano, com um investimento de 900 milhões de reais.

A Chery também confirmou o projeto de abertura de uma fábrica em solo brasileiro. A montadora mantém seus planos para suas instalações em Jacareí, no estado de São Paulo. Segundo nota à imprensa, “a empresa seguirá, sempre, as normas e determinações impostas pelo governo brasileiro, mesmo com a constatação de evidentes pontos de protecionismo injustificado no conteúdo da medida editada”*.

—————

Fontes:

* Estadão:

http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,chinesa-chery-mantem-plano-de-instalar-fabrica-no-brasil,87192,0.htm

Ver Também: Folha SP

http://www1.folha.uol.com.br/poder/poderepolitica/sergio_habib-1.shtml

About author

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. É membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence. Atualmente trabalha como repórter fotográfico.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!