fbpx
NOTAS ANALÍTICAS

Mudanças na postura de Pyongyang?

A imprensa televisiva sul-coreana divulgou que a “Coreia do Norte” parou de emitir sinais que interferem nos sistemas de GPS de seu país. Segundo a agência “France Press”, citando algumas agências de comunicação sul-coreanas, desde as 8 horas da manhã de domingo (dia 13 de maio) os norte-coreanos não interferem no sistema de navegação da “Coreia do Sul”.

 

A notícia é positiva e deixa os sul-coreanos mais “seguros”, pois o sistema de navegação local é trabalhado com inúmeros sistemas alternativos para que se mantenha o mínimo de segurança nos mares, no céu e na terra. Porém, a possível mudança de atitude do vizinho ao norte ainda não é motivo para que as autoridades de Seulbaixem a guarda”. Um oficial militar declarou à agência Yonhap:  “Estamos observando de perto as atividades nas unidades militares em Kaesong, onde os sinais foram detectados como a origem”*.

Não se sabe o real motivo para que Pyongyang tenha parado de interferir no sistema de navegação. Se isso é um problema operacional das bases de onde se originavam os sinais, ou se o Governo norte-coreano tomou esta decisão deliberadamente.

——————

Fontes:

* VerYonhap”:

http://spanish.yonhapnews.co.kr/northkorea/2012/05/15/0500000000ASP20120515002900883.HTML

Ver também RTP notícias”:

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=553749&tm=7&layout=121&visual=49

About author

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. É membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence. Atualmente trabalha como repórter fotográfico.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!