fbpx
ÁFRICANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Nigéria não negocia com terroristas, mas promete resgate das meninas

Na quarta-feira passada (dia 14 de abril) fez um mês que o grupo terrorista nigeriano Boko Haram sequestrou por volta de 200 meninas de uma escola secundária no vilarejo de Chibok, Estado de Borno, na Nigéria. Este fato gerou uma onda de protestos na mídia e redes sociais com uma Campanha “Bring our girls back home”.

O grupo terrorista quer negociar com o Governo nigeriano a libertação das meninas em troca da soltura de presos islâmicos.  Entretanto, David Mark,  Presidente do Senado da Nigéria, descartou qualquer hipótese de negociação com terroristas, alegando que se tornaria uma ação cíclica do grupo e instrumento de barganha do mesmo.

O Boko Haram, grupo extremista islâmico, foi criado diante da onda de corrupção e ineficácia do Governo e tem como um dos seus objetivos disseminar a religião, principalmente no nordeste do país, que é composto por uma maioria cristã.

——————–

Imagem (Fonte):
http://www.epochtimes.com.br/wp-content/uploads/2014/05/md-michelle-obama-nigeria-meninas.jpg

——————–

Fontes consultadas:

Ver:

http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,pais-identificam-em-video-77-das-meninas-sequestradas-na-nigeria,1166557,0.htm

Ver:

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/05/nigeria-rejeita-troca-de-meninas-por-prisioneiros-diz-ministro.html

Ver:

http://www.foreignaffairs.com/articles/141409/isobel-coleman-and-sigrid-von-wendel/beating-boko-haram

About author

Advogada, formada pela Universidade Candido Mendes . Atualmente realiza Pós-Graduação Latto Sensu em Política Internacional. Atuou em escritórios de advocacia no ramo cível e empresa na área de energia.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!