ESPORTENOTAS ANALÍTICAS

Novata da Copa: Islândia lidera Europa na geração de empregos em esportes

Em uma recente pesquisa publicada pela Eurostat (agência de estatísticas da Europa), em conjunto com a Statistic Iceland, foi constatado que a Islândia possui a maior taxa de empregados ativos no setor de esporte do continente, com dois por cento da população, sendo 2,2% dos homens e 1,9% das mulheres.

Jogadores islandeses em formação, antes da partida

Tal superioridade numérica, revertida em investimentos de capital humano na área, tende a refletir resultados positivos nas competições. A conquista atual de maior expressão foi a participação da seleção islandesa de futebol na Copa do Mundo 2018, a primeira da história, após campanha notável nas classificatórias, ao eliminar Itália e Holanda, fortes e tradicionais concorrentes europeus.

Dos dez países no topo do ranking, cinco estão representados pelas suas seleções nacionais de futebol na Copa do Mundo FIFA 2018. Além de Islândia (desclassificada na fase de grupos), Suécia e Inglaterra – classificadas e que se enfrentaram nas quartas de final –, Espanha, Dinamarca e Portugal – desclassificadas nas oitavas de final – completam o grupo de elite.

No entanto, a exceção desta regra de rendimento* fica a cargo da Croácia, configurando em uma das últimas posições no levantamento. O time comandado por Luka Modrić, meia do Real Madrid, eliminou a seleção da Dinamarca e avançou para as quartas de final, no último dia 7 de julho de 2018, quando venceu nos pênaltis os anfitriões dos Jogos, a Rússia, e hoje, quarta-feira, dia 11, enfrenta a Inglaterra nas semifinais.

———————————————————————————————–

Nota:

* Consideramos apenas a modalidade do futebol masculino para efeito de comparação.

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Seleção da Islândia entra em campo para disputar Copa do Mundo na Rússia, em 2018” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/7/76/2018_World_Cup_Iceland.jpg

Imagem 2 “Jogadores islandeses em formação, antes da partida” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/9/92/Iceland_national_football_team_World_Cup_2018.jpg

About author

Pós-graduado em Gestão de Negócios Internacionais pela Business School São Paulo (BSP), Bacharel em Relações Internacionais no Centro Universitário Fundação Santo André - Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas. Bolsista pelo CNPq em 2009 com o projeto de iniciação científica "A Soberania Nacional em face dos Tratados Bilaterais: A Questão do Tratado de Itaipu". Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Atitude e Ideologias Políticas, atuando principalmente nos seguintes temas: integração, direito, democracia, segurança e negociação internacional. Em sua carreira, conquistou o cargo de Gerente de Negócios Internacionais. Está em contato com o comércio exterior, aprofundando seu conhecimento e focando suas habilidades para os procedimentos de importação. Já participou de diversas feiras internacionais, representando sua empresa, tendo a função de estreitar o relacionamento com fornecedores, investidores e clientes estrangeiros, além de trabalhar a marca da empresa e conquistar distribuições em diferentes continentes.
Related posts
ÁSIANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

China afirma que os países da Parceria Econômica Regional Abrangente estão comprometidos em trabalhar com a Índia

EUROPAMEIO AMBIENTENOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

A política dinamarquesa e a nova lei climática

ÁfricaCOOPERAÇÃO INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

CPLP e Organização das Nações Unidas

ECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICASORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL

Emancipação financeira feminina pelo cultivo da apicultura na Tanzânia

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá!
Powered by