ÁSIAEducaçãoNOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONALPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

[:pt]O concurso público da China aumenta exigências médicas[:]

[:pt]

A meritocracia como política de admissão de agentes do Estado chinês, realizada por meio de concurso público, é tradição na China e tem origem nos Exames Imperiais, fundados no ano de 605 e extintos em 1905. O último estágio dos Exames Imperiais era o Exame de Palácio, realizado na presença do próprio Imperador. Atualmente, está em vigor o Exame Yuan, a comissão de serviço civil que abrange tanto o Ministério da Verificação, o concurso público de funcionários do governo, e o Ministério de Pessoal, de controle desses funcionários. É a agência de governo civil da China.

Informes esparsos sugerem uma tendência de admissão somente de funcionários comprovadamente saudáveis, provavelmente para diminuir despesas com licenças médicas e pensões. No exame médico admissional da cidade de Pequim, por exemplo, geralmente os candidatos foram informados sobre os resultados do exame físico, com recomendação de consulta a um profissional da área de saúde. Os candidatos qualificados foram aqueles aprovados no concurso público e com saúde e condicionamento físico para estudar em escolas secundárias, técnicas e profissionais diversas. Esses candidatos podem escolher livremente onde estudar, inclusive academia militar e academia de polícia – mediante consulta dos militares –, conforme os padrões médicos das academias militares e de polícia. Candidato “qualificado, porém, limitado” é aquele com condição física, mas que apresenta histórico de doenças que recomendam a não admissão nos termos das disposições estabelecidas para pensionistas.

A possível preocupação do Governo de Pequim em diminuir o déficit público é concomitante à implementação, a ocorrer a partir do outono de 2017, da mudança no sistema educacional da China, para incluir na grade curricular obrigatória do ensino médio, além do chinês, a matemática, língua estrangeira – preferentemente o Inglês –, ideologia política, história, geografia, física, química, biologia, educação física e saúde, arte, tecnologia de comunicação, tecnologia geral e outras 13 matérias. Em uma economia predominantemente estatista, apesar de já está diversificada em alguns lugares, com um sistema previdenciário dos servidores públicos com mais benefícios que o sistema geral da população, o Governo enfrenta o desafio de diminuir o déficit público ao mesmo tempo que desenvolve uma força-de-trabalho nacional mais adequada a um ambiente de negócios globalizado.

———————————————————————————————–                    

Imagem 1O último estágio dos Exames Imperiais era o Exame de Palácio, realizado na presença do próprio Imperador” (Fonte):

https://pt.wikipedia.org/wiki/Exames_imperiais

Imagem 2Alunos da Escola Primária Experimental do Centro de Administração Distrito de Haidian experimentam um dispositivo de tecnologiawearable’ (vestível)” (Fonte):

http://chuansong.me/n/1445875652430

[:]

About author

Graduado em Direito (2000) pela Universidade da Amazônia, é diretor da Montax – Inteligência & Investigações e autor de Inteligência & Indústria – Espionagem e Contraespionagem Corporativa. Pesquisa Marketing de serviços, Guerra Econômica, Economia Política e áreas afins. Como Advogado criminalista, tem foco em ações antilavagem de dinheiro para Recuperação de ativos desviados de fraudes.
Related posts
Direito InternacionalNOTAS ANALÍTICAS

Irã emite Mandado de Prisão de Donald Trump e pede apoio à Interpol

NOTAS ANALÍTICASORIENTE MÉDIOPOLÍTICA INTERNACIONAL

Turquia inaugura julgamento à revelia de 20 sauditas por assassinato de Khashoggi

MEIO AMBIENTENOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICAS

Egito, Etiópia e Sudão: desavenças pela maior hidrelétrica da África

DEFESANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONALPOLÍTICAS PÚBLICAS

Índia procura fortalecer defesas aéreas para se equiparar à China, em meio a tensões na fronteira

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!
Powered by