fbpx
ESPORTENOTAS ANALÍTICAS

O Esporte no âmbito da ONU

Patrocinada pela “Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura” (UNESCO) e pelo governo da Alemanha, teve lugar, entre os dias 28 e 30 de Maio de 2013, em Berlin, Alemanha, a “V Conferência Internacional de Ministros e Altos Funcionários Responsáveis pela Educação Física e o Esporte” (MINEPS). Tendo sido realizada pela primeira vez em 1976, na sede da UNESCO, em Paris, a MINEPS foi criada para facilitar o intercâmbio intelectual e técnico na área de educação física e esporte e como um mecanismo institucional para formular uma estratégia internacional consistente na esfera esportiva, daí derivando a criação do “Comitê Intergovernamental para a Educação Física e o Esporte” (CIGEPS), responsável por promover a cooperação esportiva internacional e conduzir ações governamentais no campo da educação física e do esporte.

A “MINEPS V” teve como objetivo geral fazer um balanço do desenvolvimento internacional em relação à educação física e ao esporte e formular estratégias em consonância com os princípios da “Carta Internacional de Educação Física e Esporte”, da “Carta Olímpica” e de outros instrumentos internacionais. Para tanto, segundo o proposto pelo CIGEPS, a Conferência abordou três temas principais, os quais foram divididos em três Comissões.

Assim, a “Comissão I” – responsável pelo tema “acesso ao esporte como um direito fundamental de todos” – analisou as estratégias e políticas a serem adotadas pelos governos no intuito de aumentar o acesso de mulheres, de meninas e de deficientes físicos ao esporte.

Coube à “Comissão II” – responsável pelo tema “promover o investimento em programas de educação física e esporte” – considerar a adoção de indicadores universais de qualidade a fim de promover uma educação física de excelência e elaborar uma análise econômica sobre as valiosas contribuições feitas pelo esporte no tocante ao desenvolvimento social e econômico, inclusive no que diz respeito à viabilidade econômica dos megaeventos esportivos.

A “Comissão III” – responsável pelo tema “preservar a integridade do esporte” – focou seus esforços no sentido de propor um maior engajamento, por parte dos governos nacionais, em favor dos valores do esporte e da luta contra a manipulação de resultados e as apostas ilegais e contra o doping esportivo e a corrupção no esporte, enfatizando a necessidade de os governos adotarem mecanismos regulatórios e políticas especificas para combater a corrupção no esporte e a manipulação de eventos esportivos e de atletas.

Por fim, país-sede dos “Jogos Olímpicos de 2016”, coube ao “Ministério dos Esportes” brasileiro a responsabilidade pela recepção de encerramento da “MINEPS V”.

—————————–

ImagemO Esporte no Âmbito da ONU” (Fonte):

www.asfaa.org

—————————–

Fontes consultadas:

Ver:

www.mineps2013.de

Ver:

www.unesco.org

      

About author

Mestre em Relações Internacionais pela UERJ, Especialista em História das Relações Internacionais e Bacharel em Ciências Econômicas pela UFRJ. Possui experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Política Internacional e Formação Econômica Brasileira. Foi bolsista de FAPERJ por um ano e Bolsista de Vocação para Diplomacia do Instituto Rio Branco (IRBr) por 4 (quatro) anos. Áreas de interesse: Esporte e Relações Internacionais; Diplomacia Futebolística; e Soft Power e Política Externa.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!