fbpx
EUROPANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

O incêndio de carros na Suécia

Na última semana, os suecos sofreram um susto ao saberem dos carros incendiados em seu país. Cerca de 80 carros foram queimados nas redondezas de Gotemburgo, no Oeste da Suécia, e 10 carros na região de Estocolmo, capital da nação, e Uppsala.

As autoridades desconhecem os autores dos crimes e acreditam que a ação tenha sido coordenada pela internet. Segundo relatos locais, grupos de jovens encapuzados e vestidos de preto seriam os responsáveis pelo prejuízo, bem como pela tensão populacional.

Primeiro-Ministro da Suécia, Stefan Löfven

O jornal Aftonbladet trouxe a afirmação de Hans Lippens, porta-voz da Polícia no Oeste sueco, sobre o ocorrido: “Identificamos e conversamos com jovens que estavam no local. Mas não é possível dizer que são os que iniciaram os incêndios. Estamos conversando com seus pais”.

O jornal Dagens Industri apresentou o comentário do primeiro-ministro sueco Stefan Löfven, o qual expressou: “Cria preocupação e medo e, portanto, a sociedade deve mostrar que sempre seremos mais fortes. Parece que o trabalho de investigação está indo bem e esperamos que os culpados sejam punidos”.

Os analistas salientam estranhamento com os atos, os quais beiram a ataques terroristas. Observam com atenção uma possível atuação de grupos anarquistas, provavelmente insatisfeitos com as políticas do país, pois o modo de operação não tende a indicar traços de manifestação e protesto, e, sim, de pânico e medo.

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Carros incendiados” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/4/4e/Second_day_of_Husby_riots%2C_three_burning_cars.jpg/1024px-Second_day_of_Husby_riots%2C_three_burning_cars.jpg

Imagem 2 PrimeiroMinistro da Suécia, Stefan Löfven” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/5/59/Stefan_L%C3%B6fven_edited_and_cropped.jpg/679px-Stefan_L%C3%B6fven_edited_and_cropped.jpg

About author

Mestre em Sociologia Política (2018) e Bacharel em Relações Internacionais (2014) pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro – IUPERJ vinculado a Universidade Cândido Mendes. Atualmente incorpora o quadro do CEIRI Newspaper, onde atua na qualidade de colaborador voluntário na produção de notas analíticas e conjunturais na área de política internacional europeia com ênfase nos Estados Nórdico-Bálticos e Rússia.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!