O bitcoin consiste em uma moeda digital que pode ser utilizada para adquirir bens e serviços. Criada no ano de 2009, vem se disseminando pelos mercados internacionais. Em março deste ano (2017), o valor de uma bitcoin ultrapassou pela primeira vez o valor de uma onça (unidade de medida) de ouro. Basicamente, o funcionamento consiste em uma pessoa que concorda em trocar determinado bem ou serviço por bitcoins, que são por sua vez registrados em um sistema chamado blockchain, onde cada usuário possui uma interface parecida com uma conta bancária.

Imagem estilizada, simbolizando o blockchain. Fonte: Wikipedia

O blockchain permite que consumidores e fornecedores entrem em contato e realizem transações sem a intermediação de uma instituição bancária. Ele funciona como uma rede aberta e descentralizada de usuários, conectados através da internet, que registra todas as transações realizadas no seu banco de dados.

Outra opção de uso do sistema bitcoin é trocar dinheiro para adquirir a moeda digital de acordo com a taxa do dia. A transação só ocorre após ser verificada por outro usuário do sistema, através de um processo chamado mining, cujo único pré-requisito é um computador potente para rodar os algoritmos do programa. Depois de adquiridas as primeiras moedas digitais, vários usuários aumentam a sua reserva de valor através de movimentos de acordo com a variação da taxa (preço) da moeda. É possível retirar o valor das bitcoins em dinheiro em instituições credenciadas, ou usá-las para adquirir bens e serviços pela internet, em estabelecimentos que as aceitem.

Yuan Rmb Money Chinese Currency Renbinbi Bank Note

Na Ásia, as bitcoins têm sido utilizadas como forma de investimento com certo caráter especulativo, ao passo que o valor da moeda digital varia rapidamente. Entretanto, na China a situação é diferente. Devido à desvalorização da moeda do país, o Yuan (Renminbi), adquirir bitcoins pode ser visto como uma forma de investimento de poupança. O sistema de moedas digitais pode ser visto como uma estratégia financeira para ultrapassar a regulação do Estado e do setor bancário tradicional. Recentemente, as três maiores bolsas de bitcoin da China foram pressionadas para cobrar taxas sobre suas transações, como forma de obter maior controle sob estas movimentações financeiras.

Existem outras moedas (criptocurrency) além do bitcoin. As moedas digitais representam uma pequena porcentagem do total de capital transacionado globalmente, no entanto, este mercado encontra-se em expansão. A dificuldade de regulação das transações que ocorrem em bitcoin preocupa o setor político, que teme que o instrumento possa ser utilizado para lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Outro ponto preocupante é que, em um sistema totalmente digital e interconectado, pode haver grandes vulnerabilidades para a ação de hackers e cyber ataques.

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Logotipo da moeda digital bitcoin” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/4/46/Bitcoin.svg/2000px-Bitcoin.svg.png

Imagem 2 Imagem estilizada, simbolizando o blockchain” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/2/22/Blockchain_Grid.jpg

Imagem 3 Imagem contendo notas da moeda chinesa, o Yuan (Renminbi)” (Fonte):

http://maxpixel.freegreatpicture.com/static/photo/1x/Yuan-Rmb-Money-Chinese-Currency-Renbinbi-Bank-Note-742052.jpg

About author

Mestrando em Estudos Contemporâneos da China pela Renmin University of China (RUC) e pesquisador afiliado pela Silk Road School. Mestre em Relações Relações Internacionais pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Possui especialização em Estratégia e Relações Internacionais Contemporâneas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Graduado em Relações Internacionais pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA). Agente consular junto ao Consulado Honorário da França em Porto Alegre, atuando paralelamente no escritório RGF Propriedade Intelectual, no período de 2013-2016.
Related posts
Direito InternacionalNOTAS ANALÍTICAS

Hong Kong detém parlamentar pró-democracia

ECONOMIA INTERNACIONALEUROPANOTAS ANALÍTICAS

O mercado danês em tempos de Coronavírus

Direito InternacionalNOTAS ANALÍTICAS

ONU anuncia manter proteção a civis aos 10 anos da guerra na Síria

ÁFRICANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Governo do Sudão compensa vítimas do ataque terrorista ao USS Cole

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!
Powered by