NOTAS ANALÍTICAS

Organismo de Cooperação Financeira Alemã confirma a continuidade do crescimento da cooperação para o desenvolvimento

No início da década de 1960, o Banco Alemão KFW adicionou uma nova área em sua organização: Assistência aos Países em Desenvolvimento.  O objetivo é apoiar os países em desenvolvimento em nome do governo alemão. Inicialmente, o foco de seu trabalho foi sobre os grandes projetos de infra-estruturas, nos domínios do abastecimento de energia, transporte e irrigação. Acrescentou-se a isso o fornecimento de linhas de crédito aos bancos de desenvolvimento local, permitindo-lhes apoiar os projetos de investimento de seus clientes.

A partir de 1970 começou a assistência ao desenvolvimento, centrando-se em auxiliar os países em desenvolvimento para melhorar suas condições de vida econômica e social, com a construção de escolas, estações de saúde, entre outras atividades.

Após o ano 2000 as micro-finanças começaram a crescer, pois aumentou a percepção de que esta é uma alternativa que traz oportunidades à população para construir uma vida segura com iniciativa própria.

Atualmente, o KFW, estando consolidado como Organismo dedicado à Cooperação Financeira para o Desenvolvimento, está adaptado às necessidades específicas das populações de seus países parceiros. Apesar da atual conjuntura de crise mundial, ele afirmou que continuará adicionando seus fundos e confirmou que manterá a fiabilidade da sua cooperação com os países emergentes.

Além do tradicional trabalho, o KFW agora se apresenta como líder mundial no financiamento das energias renováveis nos países em desenvolvimento, como indica o Global Status Report, publicado pela REN21, uma rede de energia renovável com base em Paris.

 

As tecnologias renováveis abrangidas por este apoio incluem: parques eólicos, energia solar, biomassa, usinas hidrelétricas e energia geotérmica. A maior parte dos financiamentos vem do orçamento do Ministério Federal Alemão para Cooperação Econômica e Desenvolvimento (BMZ) e é complementada por fundos próprios do KFW.

 

 

 

De acordo com a International Climate Initiative (ICI), o KFW está atuando como parceiro do Ministério Federal Alemão para o Meio Ambiente, Conservação da Natureza e Segurança Nuclear (BMU) no fornecimento de fundos adicionais para os países em desenvolvimento atingidos pelas alterações climáticas. Estes fundos são entregues na forma empréstimos e subvenções com baixas taxas de juros para investimento na proteção do clima, especialmente nos domínios da eficiência energética, energias renováveis e medidas de adaptação.

 

About author

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).
Related posts
ÁFRICANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Ataques a capacetes azuis no Mali

ECONOMIA INTERNACIONALEURÁSIANOTAS ANALÍTICAS

Rússia apresenta reservas financeiras maiores que saldos devedores

ÁSIAEURÁSIANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Rússia compete com China por influência no Sudeste Asiático

AGÊNCIAS DE COOPERAÇÃOCOOPERAÇÃO INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

ONU HABITAT estimula a gestão dos resíduos nas cidades

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá!
Powered by