AMÉRICA DO NORTENOTAS ANALÍTICASORIENTE MÉDIOPOLÍTICA INTERNACIONAL

A perspectiva de Trump para sua visita ao Oriente Médio

Alguns dias após a instauração de maiores investigações acerca da ligação do Presidente dos Estados Unidos com o envio de informações sigilosas ao Governo Russo, Donald J. Trump embarcou no avião presidencial, o Força Aérea Um, em direção a Arábia Saudita.

King Abdullah Financial Center. Fonte: Wikipedia

Antes de se observar os objetivos e resultados da visita, é importante apresentar a escolha de itinerário da viagem, a agenda do Presidente inclui Israel e o Vaticano.

Nesse sentido, é possível identificar anseios de Trump para estabelecer uma nova perspectiva sobre seu posicionamento étnico-religioso, principalmente no tocante a recuperação de sua imagem perante o mundo árabe, após a derrota da política migratória de banimento de seis países mulçumanos.

A agenda temática da visita ao Estado árabe revela que os resultados vão além desta nova postura de relacionamento com os países símbolos de três das mais importantes religiões do mundo contemporâneo (Cristianismo, Islamismo e Judaísmo). O recém assinado acordo de comércio e produção de armas entre os Estados Unidos e a Arábia Saudita prevê um valor de 110 bilhões de dólares. Este montante representa a consolidação de laços estreitos com os sauditas, sendo esta uma abordagem de quem por um lado busca um forte aliado e, por outro, está atento a necessidade de expandir sua indústria militar.

Trump Hotel Las Vegas. Fonte: Wikipedia

O evento de assinatura do Acordo se deu na presença não só do Presidente estadunidense e do Rei Khalid Salman da Arábia Saudita, mas também da alta cúpula de assessores dos governos de ambas partes. Isso propiciou a assinatura de outros múltiplos acordos entre empresas norte-americanas e sauditas, principalmente em matéria de investimento internacional. A estabilidade na região do Oriente Médio exprime um interesse particular para Trump, pois, anteriormente ao seu mandato, ele buscava estabelecer uma maior presença de sua organização na região, através de investimentos do ramo imobiliário e bens de consumo.

Não obstante o lado de negócios da visita, o discurso que o Presidente Trump preparou para domingo (21 de maio) foi direcionado às lideranças de países de maioria islâmica. A fala abordou assuntos relacionadas à segurança da região e ao terrorismo, observando a questão da radicalização nesses países. O pronunciamento foi ouvido de perto pelos países próximos ao conflito na Síria, em larga escala pelo Irã, que tem grande influência e participação no conflito, em apoio ao regime de Bashar al-Assad, algo que assusta os parceiros estratégicos de Trump.

Apesar de uma ampla gama de perspectivas delicadas, é possível perceber que Trump está atento ao potencial e a importância do Oriente Médio, tanto para seus negócios privados quanto para o seu governo.

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1Chegada do Força Aérea Um à Arábia Saudita” (Fonte):

https://www.facebook.com/pg/WhiteHouse/photos/?tab=album&album_id=1317897788297951

Imagem 2King Abdullah Financial Center” (Fonte):

https://en.wikipedia.org/wiki/Saudi_Arabia

Imagem 3 “Trump Hotel Las Vegas” (Fonte):

https://en.wikipedia.org/wiki/Donald_Trump

About author

Gabriel Mota Silveira é formado em Relações Internacionais. É mestrando do programa de pós-graduação em Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PPGRI/PUC-MG), com linha de pesquisa em Insituições, Conflitos e Negociações Internacionais. É pós-graduado em Relações Governamentais e Políticas Públicas pelo Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), e discente associado ao Centro Brasileiro de Estudos Constitucionais do Instituto CEUB de Pesquisa e Desenvolvimento (CBEC-ICPD). Entusiasta do estudo do Terrorismo Transnacional e Insituições Internacionais. Já prestou serviço ao Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, trabalhou na Embaixada do Reino Unido em Brasília e no Ministério das Relações Exteriores do Brasil. Atua hoje junto à Assessoria de Relações Internacionais da Secretaria de Estado de Governo de Minas Gerais.
Related posts
Direito InternacionalNOTAS ANALÍTICAS

Especialistas independentes da ONU recomendam suspensão de Sanções a Estados durante a pandemia

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Avifavir: o antiviral russo contra a Covid-19

ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Em meio à pandemia global, exportações chinesas apresentam aumento inesperado no mês de julho

NOTAS ANALÍTICASSegurança Internacional

Soldado embriagado na República Democrática do Congo mata 12 civis

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!
Powered by