fbpx
NOTAS ANALÍTICAS

Haiti constitui prioridade número um do Brasil no conselho de Segurança das Nações Unidas

O gigante latino-americano acaba de ser eleito como membro do Conselho de Segurança das Nações Unidas para os próximos dois anos. Em um comunicado feito pela Chancelaria Brasileira em Brasília [Capital Federal do Brasil],  na sexta-feira passada, [dia 16 de outubro], o governo do Presidente Lula fará da estabilidade no Haiti uma de suas principais prioridades.

 

Candidato único a uma das duas cadeiras não permanentes [oferecidas] ao grupo Latino-Americano e do Caribe para o período de 2010-2011, [e detentor da] economia mais dinâmica da sub-região, foi reconhecido por 182, das 190 vozes que deram seus votos.

É importante destacar que o Brasil tem uma presença ativa na [política internacional] durante os últimos anos e nunca esconde suas pretensões para aumentar sua liderança na cena internacional.

No marco das atividades das Nações Unidas no Haiti, o Brasil tem a liderança do componente militar em termos de números de tropas, mais de 1200 soldados. Apesar de ser muito difícil avaliar a visibilidade dos impactos da cooperação brasileira no Haiti, tem-se que mencionar que esta cooperação, por meio da Agência Brasileira de Cooperação, é uma das mais ativas no país.

 

ORIGINAL

POLÍTICA INTERNACIONAL – Haïti constituye la prioridad numero uno del Brazil al Consejo de Seguridad de las Naciones Unidas

El gigante latino americano acaba de ser elegido como miembro del Consejo de Seguridad de las Naciones Unidas para los siguientes 2 anos. En un comunicado hecho publico por la Cancillería Brasileña en Brasilia el viernes pasado, el gobierno del Presidente Lula hará de la estabilidad en Haití una de sus principales prioridades.

Candidato único a uno de las dos sedes no permanentes al grupo Latinoamericano y del Caribe por el periodo 2010-2011, la economía más dinámica de la sub-región ha recogido mas 182 sobre 190 voces que han participado al voto. Es importante destacar que Brasil tiene  una presencia geopolítica activa durante estos últimos anos y nunca esconde sus pretensiones para  aumentar su liderazgo en el escena internacional.

En el marco de las actividades de las Naciones Unidas en Haití, Brasil tiene el liderazgo del componente militar en término de cantidad de tropas, más de 1200 soldados. Aunque es muy difícil evaluar la visibilidad de los impactos de la Cooperación Brasileña en Haití, tenemos que mencionar que la cooperación brasileña a través de la Agencia Brasileña de Cooperación es una de las más activas en el país.

About author

De nacionalidade haitiana, é formado em Marketing pela Universidad Interamericana de Santo Domingo, possui Pós-Graduação em Gestão de Projetos Sociais pela Universidad Autónoma de Santo Domingo e Mestrado em Economia pela Universidad Internacional de Andalucía (Espanha). É graduado no Curso de Gerenciamento Social do Instituto de Desenvolvimento Social (INDES) do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em Washington, e do curso Gestão Estratégica do Desenvolvimento Social e Regional da Comissão Econômica para América Latina (CEPAL) em Santiago do Chile. Tem experiência como Gerente de Marketing em diversas empresas privadas e trabalhou como consultor em Desenvolvimento Comunitário do Ministério de Obras Públicas do Haiti e em diversos projetos de desenvolvimento.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!