fbpx
NOTAS ANALÍTICAS

Japão recebe críticas devido à sua atual postura em relação ao “Protocolo de Kyoto”

Durante a “Conferência de Cancun”, no México (de 29 de novembro a 10 de dezembro de 2010), o Japão foi o alvo das críticas e roubou a atenção da China e dos Estados Unidos. O país foi criticado pela imprensa e representantes de Estados na Conferência pelo fato de ter declarado que há “uma oportunidade de não continuar com o protocolo de Kyoto”.

O Japão foi um dos países que assinou o Protocolo e hoje defende o seu fim. Nas palavras de Abdulla Alsaidi, atual presidente do grupo chamado “G77 + China”: “Temo que, sem concessões a respeito do ‘Protocolo de Kyoto’, um Acordo em Cancún não irá decolar”.

Todos os países participantes da reunião acusaram o Japão de ameaçar as negociações climáticas. Em resposta às críticas recebidas, Akira Yamada, alto funcionário da chancelaria japonesa, respondeu: “O Japão não está tentando matar Kyoto, mas (o Tratado) deveria renascer como um só Tratado de cumprimento obrigatório, mais efetivo“.

Segundo analistas e participantes do encontro, se Tókio não recuar, as negociações para o combate ao aquecimento global para além de 2012 poderão fracassar.

About author

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. É membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence. Atualmente trabalha como repórter fotográfico.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!