fbpx
NOTAS ANALÍTICAS

Os responsáveis pelos portos da CPLP decidem criar uma associação portuária para aumentar o comércio entre os países lusófonos

Os responsáveis pelos portos da “Comunidade de Países de Língua Portuguesa” (CPLP) decidiram na última sexta-feira, 3 de dezembro, em Luanda, criar uma “Associação Portuária” para estabelecer entidade dinamizadora da Cooperação e das ações necessárias para o aumento das trocas comerciais entre os países lusófonos.

De acordo com informações publicadas pela “Agência de Notícias Angola Press”, os participantes do evento concluíram ainda ser necessário desenvolver um projeto integrado de formação de mão-de-obra portuária e marítima.

Com o aumento das relações comerciais na CPLP e com a exploração vitoriosa das oportunidades cruzadas de captação de tráfego, o movimento de mercadorias poderá aumentar, até 2015, em mais de cinco milhões de toneladas adicionais, afirmou o vice-ministro dos Transportes, José João Kuvingua, citado pela “Agência de Notícias Angola Press”.

Participaram deste encontro os representantes dos portos de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe.

Após Brasil, Portugal e Angola terem organizado este evento, Cabo Verde será o próximo país a acolher o “IV Encontro de Portos da CPLP”, em 2011.

About author

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!