fbpx
NOTAS ANALÍTICAS

Partido socialista, atualmente no governo, vence eleições locais na Grécia

Resultados parciais mostram que o “Partido Socialista”, atualmente no poder, venceu as eleições locais na Grécia, realizadas no domingo, dia 7 de novembro. Com isso, o primeiro-ministro, George Papandreou, desistiu de adiantar as eleições nacionais, caso fosse derrotado na disputa local.

Papandreau havia dito que dissolveria o Parlamento caso não conseguisse apoio para pôr em prática os cortes orçamentários e as reformas definidas em maio, após o país ter recebido uma ajuda financeira de 110 bilhões de dólares da “União Européia” (UE) e do “Fundo Monetário Internacional” (FMI).

As eleições ocorreram em uma conjuntura de descontentamento dos eleitores e foram qualificadas como uma espécie de referendo sobre o duro programa de austeridade de três anos adotado pelo governo e bastante criticado pela oposição.

Com mais de 50% dos votos apurados, os candidatos socialistas estavam à frente em sete das 13 regiões eleitorais do país, incluindo a província da Ática, onde vivem 40% da população grega. O “Partido Nova Democracia”, da oposição, deve ser vitorioso em cinco províncias. Na região restante, as duas forças políticas travam uma apertada disputa.

About author

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!