fbpx
NOTAS ANALÍTICAS

Presidente Italiano apóia conciliação entre as duas Coréias

Ontem, dia 14 de setembro, o presidente italiano, Giorgio Napolitano, em visita a Seul (capital da Coréia do Sul) ressaltou a importância do diálogo entre as duas Coréias para se chegar a uma aproximação entre as partes e, principalmente, para por fim ao programa nuclear norte-coreano. Neste sentido, Napolitano pede a retomada de negociações entre os dois países.

 

No dia 13 de setembro, Seul informou que não se oporá às conversações diretas entre os Estados Unidos e o regime de Pyongyang. O anúncio foi feito um dia após P. J. Crowley, porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, ter dito que Washington se preparava para aceitar a proposta do líder norte-coreano em iniciar conversações diretas com os Estados Unidos.

O diálogo com os Estados Unidos deverá se estender às negociações com o esforço diplomático conjunto formado pela China, Estados Unidos, Coréia do Sul, Rússia, Japão e Coréia do Norte com objetivo de fechar um acordo, visando prestar auxílio econômico aos norte-coreanos, em troca da finalização do seu programa nuclear.

Para o Chefe de Estado italiano, o diálogo entre as duas Coréias é de suma importância para os avanços das negociações sobre a questão nuclear e também para diminuir tensões políticas regionais.

Além da presença da comitiva italiana na inauguração da nova Embaixada da Itália em Seul, os italianos também conversaram sobre o estreitamento de relações econômicas, sociais e culturais. Na próxima semana, o presidente Giorgio Napolitano segue para o Japão.

About author

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. É membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence. Atualmente trabalha como repórter fotográfico.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!