fbpx
NOTAS ANALÍTICAS

Reunião para tratar da Segurança na Ásia

Chanceleres dos Estados Unidos, Japão e Coréia do Sul estarão reunidos na próxima segunda-feira, dia 6 de dezembro de 2010, em Washington, para debater o ataque norte-coreano à Coréia do Sul ocorrido no “Mar Amarelo”, o qual já foi condenado pelo Congresso dos EUA.  Este assunto e a revelação de uma instalação de enriquecimento de urânio em terras norte-coreanas serão discutidos com o objetivo de trazer subsídios para a elaboração de uma política de segurança de curto prazo para a região.

Os norte-americanos descartaram à proposta chinesa de uma reunião emergencial envolvendo as duas Coréias, o Japão, a China, a Rússia e os Estados Unidos. Segundo Philip Crowley, secretário-adjunto de Estado norte-americano, o Governo de seu país não tem interesse em retomar o diálogo com a Coréia do Norte.

Sobre a questão, a China diz que manterá sua posição neutra, mas alerta que não tolerará quaisquer ameaças à sua soberania, referindo-se à presença militar estrangeira no “Mar Amarelo”.

About author

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. É membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence. Atualmente trabalha como repórter fotográfico.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!