NOTAS ANALÍTICASSociedade Internacional

Posse presidencial e da junta diretiva da JCI Brasil-China em São Paulo

Na semana passada, na quarta-feira, dia 19 de março, ocorreu a “Cerimônia de Posse Presidencial e da Junta Diretiva da JCI Brasil-China” na “Assembléia Legislativa de São Paulo”. O evento nomeou Cheung Kawai como Presidente para o ano de 2014 e a nomeação de novos membros para contribuírem nos eventos sociais e culturais entre brasileiros e chineses para este ano.

O evento contou com a presença de importantes nomes e autoridades, como: o novo diretor do “Escritório Econômico e Cultural de Taiwan em São Paulo”, Fernando Wang;  com Jorge Yang, do “Centro Social Chinês”; com Heida Li, “Presidente da Associação Chinesa do Brasil”; além de Andrea Chung e Fanny Chu, representantes da “Associação dos Eleitores Chineses no Brasil”. Além destes, autoridades locais também estiveram no evento, como Luiz A Pereira da Silva, “Superintendente da ACSP-Centro”, Victor Kobayashi, William Woo, dentre outras.

A “JCI Brasil China” é uma subdivisão da “JCI Brasil”, entidade ligada à “Organização das Nações Unidas” que conta com a participação de jovens com até 40 anos para promover atividades que contribuam para o desenvolvimento social e cultural de sua região. A divisão chinesa completa 10 anos no “Estado de São Paulo” e foi responsável por conseguir aderir o “Ano Novo Chinês” ao calendário do turismo paulista, sendo a terceira maior festividade chinesa no mundo, fora da China.

O “Jornalista do CEIRI NEWSPAPER”, Fabrício Bomjardim, também esteve presente como convidado especial para entregar os certificados para colaboradores que participaram das atividades da entidade no decorrer do ano de 2013. Ele recebeu homenagem por contribuir e realizar eventos e festividades, promovendo a interação da cultura sino-brasileira nas cidades de “São Paulo” e “Taboão da Serra”.

A Organização irá iniciar seus novos projetos para o ano de 2014, ano em que ocorre a “Copa do Mundo de Futebol” no Brasil e já se prepara para atender principalmente o público oriental junto com as demais diretivas da “JCI Brasil-Japão” e “JCI Brasil-Coreia”.

———————-

Imagem (Fonte):

Jornalista Fabrício Bomjardim

­———————-

Fonte consultada: trabalho jornalístico realizado por Fabrício Bomjardim

About author

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. É membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence. Atualmente trabalha como repórter fotográfico.
Related posts
Direito InternacionalNOTAS ANALÍTICAS

Reunião de Alto Nível sobre os direitos da mulher é realizada durante a Assembleia Geral da ONU

AMÉRICA LATINANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Evo Morales e Rafael Correa fora das eleições na Bolívia e no Equador

NOTAS ANALÍTICASORIENTE MÉDIOPOLÍTICA INTERNACIONAL

Repressão à greve de professores aumenta preocupação com repressão na Jordânia

ÁSIACOOPERAÇÃO INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

China promete fornecer mais tropas para as operações de paz das Nações Unidas

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!